Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 25-06-2024
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-05-2024

    SECÇÃO: Desporto


    FUTEBOL POPULAR

    Futebol Clube de Vilar celebra o triplete nas competições do INATEL/Porto de forma invicta

    JOGADORES DO VILAR FAZEM A FESTA APÓS A CONQUISTA DA TAÇA DO INATEL/DISTRITO DO PORTO
    JOGADORES DO VILAR FAZEM A FESTA APÓS A CONQUISTA DA TAÇA DO INATEL/DISTRITO DO PORTO
    Ninguém conseguiu ser melhor do que o Futebol Clube de Vilar no que às competições de futebol popular do INATEL/Distrito do Porto diz respeito na época de 2023/24. Por outras palavras, a equipa de Sobrado sagrou-se neste mês de maio não só vencedora do campeonato como também da taça. E se a isto juntarmos a supertaça do INATEL/Distrito do Porto que a turma do nosso concelho conquistou no início da presente temporada o feito é ainda maior.

    O primeiro título obtido neste mês foi conquistado no passado dia 11, no Parque de Jogos do INATEL, em Ramalde (Porto), local que foi palco da final do campeonato. Pela frente o conjunto do nosso concelho teve o Besteiros (equipa do concelho de Paredes). Para chegarem à grande final que iria definir o campeão do INATEL do Distrito do Porto, as duas equipas tiveram de afastar nas meias finais o Ermentão (no caso do Besteiros) e a Juventude da Portelinha (no caso do Vilar, que nas duas mãos desta eliminatória somou dois triunfos: por 2-1 na primeira mão, e por 1-0 no encontro de volta). Quanto ao filme da final, podemos dizer que esta começou com as equipas a querer arriscar pouco. Seria no primeiro lance de real perigo para uma das balizas, por volta do minuto 9, que o Vilar chegou ao golo por intermédio de Daniel Gandra. Logo de seguida o Vilar teve três oportunidades para ampliar o marcador, mas não as aproveitou. Foi então que o Besteiros cresceu no jogo, e num lance confuso na ressaca de um canto chegou ao empate aos 27 minutos A primeira parte acabou com claro nervosismo de ambas as partes que não conseguiram exibir um bom futebol.

    Na segunda parte o Vilar entra mais dominador e acima de tudo perigosíssimo nas bolas paradas, acabando por chegar ao segundo golo aos 61 minutos, através de Filipe.

    Mas a vantagem durou pouco, porque aos 72 minutos houve grande penalidade a favor do Besteiros, que não desperdiçaram a oportunidade e voltaram a empatar a contenda. Perante este empate a duas bolas – e após um prolongamento sem golos – a decisão foi para as grandes penalidades, sendo que aí o Vilar foi mais competente e venceu por 6-5, festejando desta forma o título de campeão. E grande parte da competência ficou a dever-se ao guardião sobrandense, Leandro Monteiro, que travou dois remates do adversário e contribuiu decisivamente para o título.

    FASE DO JOGO DA FINAL DO CAMPEONATO ANTE O BESTEIROS
    FASE DO JOGO DA FINAL DO CAMPEONATO ANTE O BESTEIROS
    Sublinhe-se que esta foi uma conquista invicta, atendendo a que a turma de Sobrado não registou qualquer derrota no seu trajeto até ao título, isto é, contabilizou 16 vitórias (14 delas na primeira fase do campeonato) e três empates (dois deles averbados na primeira fase e outro no encontro da final).

    Mas a façanha do Vilar nesta temporada ganhou contornos mais vincados, quando uma semana depois (dia 18 de maio, mais concretamente) da conquista do título de campeão, celebrou a vitória na final da Taça do INATEL/Distrito do Porto ao bater o Ermentão (equipa oriunda do concelho de Gondomar) por 2-1, após uma reviravolta fantástica. O encontro foi disputado no Parque Desportivo de Ramalde, tendo Edu e Filipe apontado os golos da equipa do nosso concelho, que desta forma fazia a chamada dobradinha (vitória no campeonato e na taça). Assistiu-se a um jogo muito tático onde o Vilar entrou mais forte e com a lição estudada, criando mais jogadas de perigo. Mas nem só de tática vive o futebol e o Ermentão chegou mesmo à vantagem na etapa inicial e logo na primeira vez em que ameaçou com perigo a baliza sobradense, corria o minuto 17.

    O Vilar tentou reagir, mas o resultado não se alteraria até ao fim da primeira parte.

    Na segunda metade o Vilar entrou com mais vontade e encostou o Ermentão completamente lá atrás, isto, depois de o árbitro ter dado ordem de expulsão a um jogador de cada lado. Seria depois disto que os sobradenses chegariam ao golo do empate, através de Eduardo Silva, num tento fora de área ao minuto 74.

    O Vilar não se contentou e 5 minutos depois, após cruzamento do lado direito, Lipe finaliza de cabeça para o golo da vitória.

    Se juntarmos as duas provas, verificamos que o Vilar não conheceu qualquer derrota na presente temporada, ou seja 19 jogos sem derrotas no campeonato mais quatro jogos invicto ao longo do trajeto na taça.

    Face ao facto de ter sido campeão do INATEL/Distrito do Porto, o Vilar vai disputar o título de campeão nacional, já que após o apuramento dos campeões de todos os distritos do país joga-se a fase nacional do campeonato de futebol popular do INATEL. E nos 1/16 avos-de-final da prova o Vilar defrontou, no passado dia 25 de maio, o campeão do Distrito de Braga, o ADCR Turiz. Partida esta que terminou empatada a duas bolas após prolongamento, tendo havido a necessidade de se recorrer ao desempate através de grandes penalidades para encontrar o vencedor. Aí, a turma de Sobrado levou a melhor por 5-4, dando assim mais um passo rumo ao título nacional.

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: [email protected].