Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-03-2024
Jornal Online

SECÇÃO: Saúde


foto

Dormir bem, envelhecer melhor

À medida que vamos envelhecendo, surgem alterações ao nível físico, psicológico e social. A quantidade e qualidade do sono também são afetadas, impactando mais de metade dos adultos com mais de 65 anos e prejudicando a qualidade de vida.

No passado dia 15 de março, celebrou-se o Dia Mundial do Sono. O sono desempenha um papel fundamental na nossa saúde física, mental e emocional. Durante o sono, o corpo recupera e repara, fortalecendo o sistema imunológico e ajudando na regulação do metabolismo. Além disso, o sono adequado é crucial para a consolidação da memória, aprendizagem e tomada de decisão.

Muitas vezes subestimamos a importância do sono e não dedicamos o tempo necessário para garantir uma boa qualidade de descanso. Um estilo de vida sedentário, o uso excessivo de dispositivos eletrónicos antes de dormir, stress crónico e hábitos alimentares inadequados são algumas das razões pelas quais muitas pessoas sofrem de perturbações do sono.

foto
Existem alguns fatores internos ou externos que podem contribuir para os problemas de sono, nomeadamente, dor ou desconforto físico, fatores ambientais como ruído, exposição à luz, temperatura, conforto do colchão e almofadas. Alterações do padrão do sono também podem prejudicar a higiene do sono, incluindo o tempo que a pessoa permanece na cama sem dormir, dificuldade em reiniciar o sono, sono escasso, acordar mais cedo do que o esperado e sonolência e fadiga diurna.

Durante o envelhecimento, observam-se algumas alterações no sono, sendo menos restaurador e podendo causar privação crónica de sono, diminuição do limiar do despertar devido ao ruído, aumento do período de latência, redução da duração total e aumento dos problemas respiratórios.

Para melhorar a qualidade e quantidade do sono, existem algumas estratégias importantes que se podem implementar, como

(...)

leia este artigo na íntegra na edição impressa.

Nota: Desde há algum tempo que o jornal "A Voz de Ermesinde" permite aos seus leitores a opção pela edição digital do jornal. Trata-se de uma opção bastante mais acessível, 6,50 euros por ano, o que dá direito a receber, pontualmente, via e-mail a edição completa (igual à edição impressa, página a página, e diferente do jornal online) em formato PDF. Se esta for a sua escolha, efetue o pagamento (de acordo com as mesmas orientações existentes na assinatura do jornal impresso) e envie para o nosso endereço eletrónico ([email protected]) o nome, o NIF e o seu endereço eletrónico para lhe serem enviadas ao longo do ano, por e-mail, as 12 edições do jornal em PDF.

Mas se preferir a edição em papel receba comodamente o Jornal em sua casa pelo período de 1 ano (12 números) pela quantia de 13,00 euros.

Em ambos os casos o NIB para a transferência é o seguinte: 0036 0090 99100069476 62

Posteriormente deverá enviar para o nosso endereço eletrónico ([email protected]) o comprovativo de pagamento, o seu nome, a sua morada e o NIF.

Joana Lopes*

*Psicóloga da Casa do Povo de Ermesinde

 

 

este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
© 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: [email protected].