Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-05-2024
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 20-07-2022

    SECÇÃO: Educação


    PÁGINA DAS ESCOLAS

    Uma noite diferente na DAFG -Espetáculo “Despertar”

    foto
    No passado dia 20 de junho, pelas 21.30h, realizou-se o espetáculo de encerramento do projeto Express’ARTE, com o título “Despertar”, na Escola EB 2,3 D. António Ferreira Gomes (DAFG). Inicialmente previsto para o dia 15, foi adiado devido ao facto das condições climatéricas (chuva) não o terem permitido, uma vez que se realizava ao ar livre.

    O Express’ ARTE é um projeto do Agrupamento de Escolas de Ermesinde, em parceria com o Município de Valongo, que permite o desenvolvimento de competências relacionais e interpessoais, aplicáveis ao contexto escolar, através da educação artística. Visa, pois, a promoção do sucesso escolar através da educação pela arte.

    Dirige-se a crianças e jovens a partir dos 10 anos de idade, que frequentam o 5.º ano de escolaridade da Escola D. António Ferreira Gomes e decorre ao longo de todo o ciclo de escolaridade.

    Esta oferta é de frequência obrigatória e integra o horário escolar. As crianças não têm de ter conhecimentos artísticos prévios. Basta o gosto pelas artes performativas e vontade de aprender. Existem três áreas artísticas: teatro, música e circo contemporâneo.

    Sobre o espetáculo propriamente dito, é oportuno dizer algo sobre o “despertar”:

    “Despertar” acontece no momento em que se sai do estado de dormência.

    “Despertar” vive na margem entre a escola, a arte e a comunidade.

    “Despertar” é um objeto artístico que reivindica a procura de uma nova linguagem de cruzamento disciplinar.

    “Despertar” é um espetáculo que nasce da simbiose das propostas artísticas das artes circenses, do teatro e da música.

    “Despertar” é a materialização da aprendizagem e das inquietações dos/as alunos/as do 5.º ano da escola D. António Ferreira Gomes.

    “Despertar” foi o primeiro espetáculo do Projeto Express’ARTE, que, espera-se, possa continuar a desenvolver-se.

    O resultado final revelou que os alunos evoluíram de forma extremamente positiva, quer do ponto de vista curricular, quer do ponto de vista das competências transversais. Esta apresentação final foi um processo desafiante, mas cujo produto só pode orgulhar todos os responsáveis por cada uma das áreas artísticas, e que foi muito acarinhada por toda a comunidade educativa.

    Por último, é de elementar justiça referir que os alunos estiveram brilhantes e que os respetivos responsáveis merecem que se refiram os seus nomes:

    Coordenação e direção artística: Hugo Sousa (Cabeças no Ar e Pés na Terra);

    Coordenação geral: Marta Daniela Costa (Município de Valongo);

    Professores/as:

    Teatro: Ana Rita Pinto e Diogo Ferreira

    Música: Arnaldo Costa e Noémio Gonçalves

    Artes Circenses: André Freitas e Patrícia Gomes

    foto

    A Coordenação da DAFG,

    Adelaide Teixeira

    Mário Neves

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: [email protected].