Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-06-2022
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-03-2022

    SECÇÃO: Ciência


    foto

    A importância de uma alimentação saudável

    Uma alimentação saudável pressupõe que esta seja completa, variada e equilibrada, proporcionando a energia adequada ao bem-estar físico ao longo do dia. Assim, os alimentos que devem estar na base duma alimentação saudável deverão ser ricos em fibra como produtos hortícolas, frutos, cereais e leguminosas, vitaminas, sais minerais e com baixo teor de gordura.

    Um adulto saudável é aconselhado a ingerir um valor energético na alimentação entre as 1500 e as 2500 calorias, dependendo, naturalmente, de determinantes individuais, do seu estilo de vida e do gasto calórico em possíveis atividades físicas. Os alimentos que fornecem energia são principalmente os hidratos de carbono, as proteínas e as gorduras sendo esta energia normalmente indicada em quilocalorias, as vulgarmente denominadas calorias. Em valores médios, um grama de hidratos de carbono ou de proteína fornece cerca de quatro calorias, enquanto um grama de gordura fornece cerca de nove calorias.

    Quem tem a pretensão de perder peso, deve consumir menos energia do que necessita, tendo obrigatoriamente de ter especial cuidado na escolha dos alimentos, de modo a satisfazer as necessidades nutricionais indispensáveis para uma alimentação saudável. A fruta, por exemplo, deverá ter um lugar de destaque em todos os planos alimentares contribuindo com cerca de 20% das porções diárias consumidas, devendo-se ingerir entre 3 a 5 porções de fruta, diariamente. Os frutos são uns ótimos fornecedores de vitaminas, minerais, hidratos de carbono simples, como a frutose, e fibra solúvel. São, ainda, fontes importantes de antioxidantes, como o licopeno e os polifenóis, os quais têm como principal função a prevenção de vários tipos de cancro, e do envelhecimento celular. Outro grupo alimentar que deve ser destacado são os produtos hortícolas, alimentos que têm como principal função fornecer ao organismo grandes quantidades de vitaminas, minerais, água e fibras solúveis.

    Neste mês de março trazemos aqui no nosso espaço de ciência como um dos nutrientes mais importantes na alimentação, as vitaminas, como foram descobertas e como a falta delas na alimentação teve consequências ao longo da história. Uma alimentação equilibrada, sempre acompanhada de exercício físico, é a chave para uma vida saudável sendo que o planeamento diário ou semanal das refeições é de grande importância para que se possam cumprir as recomendações para uma alimentação equilibrada.

    foto
    "VITAMINA: UM NOME CENTENÁRIO

    O instinto de sobrevivência cedo deve ter apresentado aos nossos antepassados hominídeos, mamíferos, e anteriores ancestrais, que alimentos diferentes causam efeitos diversificados sobre o estado de saúde e alguns são mais necessários do que outros para não ficarmos doentes, ou, muito pelo contrário, para ficarmos mais vistosos e cativantes para a selecção sexual.

    De facto, não ingerimos alimentos só para crescermos ou termos energia. Mas a razão desta relação entre o estado de saúde ou de doença e a presença ou ausência de determinados alimentos na dieta manteve-se desconhecida ao saber humano durante milénios.

    Uma primeira relação entre uma doença, o escorbuto, e falta ou ausência de frutos, principalmente citrinos e vegetais na alimentação, foi repetidamente relatada nos diários das longas viagens marítimas. No século XVIII, a marinha britânica passou a incluir citrinos e vegetais frescos (que reabastecia a cada aportagem) nas rações dos seus marinheiros para evitar que adoecessem com escorbuto.

    Nos finais do século XIX, mais precisamente em 1897, o médico holandês Christiaan Eijkman (1858 – 1930) demonstrou uma relação causal entre outra doença, o beribéri, e casca dos grãos de arroz.

    A descoberta de Eijkman foi acidental, como tantas vezes acontece em ciência, apesar de se ter deslocado até à Indonésia exactamente para estudar aquela doença, que provoca perturbações gravosas nos sistemas nervosos e cardiovasculares. Eijkman teve a perspicácia em relacionar sintomas detectados em alguns frangos usados no seu laboratório, aquando da alteração, temporária, da alimentação destes. Assim que a alimentação dos frangos doentes foi enriquecida com arroz integral estes melhoravam, e os sãos não adoeciam. Eijkman não identificou nenhum ingrediente responsável por esta relação causal, apesar de ter verificado que o mesmo efeito se verificava em humanos.

    Através da privação de fracções e compostos isolados de determinados alimentos, na dieta de cobaias animais, os cientistas apertaram o cerco à natureza bioquímica do que evitava aquela e outras doenças.

    (...)

    leia este artigo na íntegra na edição impressa.

    Nota: Desde há algum tempo que o jornal "A Voz de Ermesinde" permite aos seus leitores a opção pela edição digital do jornal. Trata-se de uma opção bastante mais acessível, 6,00 euros por ano, o que dá direito a receber, pontualmente, via e-mail a edição completa (igual à edição impressa, página a página, e diferente do jornal online) em formato PDF. Se esta for a sua escolha, efetue o pagamento (de acordo com as mesmas orientações existentes na assinatura do jornal impresso) e envie para o nosso endereço eletrónico (avozdeermesinde@gmail.com) o nome, o NIF e o seu endereço eletrónico para lhe serem enviadas ao longo do ano, por e-mail, as 12 edições do jornal em PDF.

    Mas se preferir a edição em papel receba comodamente o Jornal em sua casa pelo período de 1 ano (12 números) pela quantia de 12,00 euros.

    Em ambos os casos o NIB para a transferência é o seguinte: 0036 0090 99100069476 62

    Posteriormente deverá enviar para o nosso endereço eletrónico (avozdeermesinde@gmail.com) o comprovativo de pagamento, o seu nome, a sua morada e o NIF.

    António Piedade – Bioquímico e comunicador de ciência”

    Nota da Redação:Na nossa última edição, por lapso, este artigo saiu com o título “O universo e as suas curiosidades”, quando o mesmo era “O flagelo das alterações climáticas”. Pelo facto pedimos desculpa ao nosso colaborador, Luís Dias, e aos nossos leitores.

    Por: Luís Dias

     

    Outras Notícias

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.