Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-11-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 20-09-2021

    SECÇÃO: Local


    CARTAS AO DIRETOR

    O Mistério da Luz

    foto
    Mais uma vez aqui me encontro, a tentar colaborar um pouquinho, em uma edição do nosso querido jornal.

    Desta vez tenho de me desviar um pouquinho da minha rota, que era o trânsito e tentar que nos seja fornecido mais um pouco de LUZ, de algo que me intriga e se vem passando. Não recente; mas vai mais de um ano. Apenas me posso referir ao quarteirão onde moro, pois já não sou pássaro da noite, devido à idade. Assim pelo buraco da minha janela venho desde, vai muito tempo, monitorizando, o acender e apagar das lanternas da luz pública e me parece: ESTÃO ENTRANDO NO MEU BOLSO. Assim, pela manhã muito antes do sol nascer, as luzes são corretamente apagadas. Já antes de o sol ir dormir a sua soneca a situação TORNA-SE CARICATA. Assim como pode ser comprovado, pela foto junto, bem documentada. Não sei qual a justificação, para que os lampiões sejam acesos por norma; mais de uma hora antes do sol pôr, conjugando com a luz natural e em simultâneo, cerca de mais meia hora, de luz natural, vai muito mais de um ano. E antecedentemente, já foi pior. Os pagantes gostaríamos de ter uma justificação para o que nos parece um desperdício, que a todos nos sai da carteira, através dos impostos e aglomerado de taxas. Certamente haverá uma justificação, QUAL?Ao certo qualquer leigo perceberá que com este desacerto, alguém sai beneficiado, o que me mais parece óbvio é que a EDP não fica a perder um cêntimo; pelo contrário. Senhores responsáveis, temos o direito de uma explicação cabal. Se pela manhã se apagam as luzes a horas justas, porque à tarde acendem com um suplemento de mais de UMA HORA DE LUZ NATURAL? Aqui fica a minha ignorância, para quem de direito.

    JOÃO DIAS CARRILHO

    C.C. 45 45 02

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.