Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 20-10-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-06-2021

    SECÇÃO: Destaque


    A Voz de Ermesinde foi distinguida como “Órgão de Comunicação Social 2021”

    foto
    Foi no passado dia 29 de maio de 2021, no Auditório Municipal do Seixal, que o nosso jornal foi distinguido publicamente pela Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto (CPCCRD).

    Tal distinção ocorreu integrada nas celebrações do Dia Nacional das Coletividades, que coincidiu com a comemoração do 97.º aniversário da Confederação.

    Nesta cerimónia comemorativa estiveram presentes o presidente da Mesa da Assembleia Geral da CPCCRD, Francisco Barbosa Costa, o presidente da Confederação, Augusto Flor, autarcas e presidentes de várias associações e muitos dirigentes e ativistas associativos do norte ao sul do País.

    O DIRETOR DE "A VOZ DE ERMESINDE" RECEBENDO A DISTINÇÃO COM QUE O JORNAL FOI HOMENAGEADO PELA CPCCRD, NO SEIXAL
    O DIRETOR DE "A VOZ DE ERMESINDE" RECEBENDO A DISTINÇÃO COM QUE O JORNAL FOI HOMENAGEADO PELA CPCCRD, NO SEIXAL
    Apesar do confinamento (cerca de 3 milhões de praticantes associativistas sofreram diretamente o seu impacto), o movimento associativo está vivo, como se pôde constatar durante este evento, mas tem de continuar a lutar contra as adversidades que a Covid trouxe, pois os dados da CPCCRD mostram que a pandemia fechou 33 mil coletividades, associações e clubes, tendo ainda sido suspensas 120 mil atividades que faziam parte dos Planos Anuais de Atividades (PAA) das coletividades.

    Para além de “A Voz de Ermesinde” foram distinguidos como “Cobrador do Ano 2021”, Armando Gonçalves Lino; e como Parceiro do Ano”, a Associação de Municípios da Região de Setúbal. Os galardões “Valor e Exemplo” foram atribuídos a Ludgero António de Jesus Mendes, Américo Oliveira (da Associação das Coletividades do Concelho de Valongo), Fernando Alves e Guilhermino Lopes Garcia (a título póstumo). Os galardões “Valor e Mérito” foram atribuídos a Afonso José de Almeida Candeias e a João Miguel Vaz Rato Carreta (a título póstumo). Os galardões “Mérito Associativo 100 anos” foram atribuídos ao Futebol Clube de Gaia e ao Sporting Clube Candalense. Os galardões “Reconhecimento e Homenagem” foram atribuídos a Maria da Conceição Teixeira Brazão Correia, Isabel Maria Gonçalves Mirandela da Costa, Ana Cristina Videira, Sociedade de Instrução e Beneficência A Voz do Operário, José Henrique Batista Gascon (a título póstumo) e a José Carlos Marques Gomes.

    foto
    A sessão comemorativa intercalou a concessão das distinções e galardões (em que forram feitos apontamentos histórico-biográficos dos homenageados) com interessantes momentos musicais, bastante aplaudidos, interpretados por jovens músicos e por grupos saídos das escolas de coletividades ligadas à arte musical do concelho do Seixal, que emprestaram ao momento festivo, um toque de criatividade e de bom gosto.

    O presidente da Confederação, Augusto Flor, no seu discurso, já no final da cerimónia, referiu-se a três grandes preocupações da instituição que dirige: segurança, responsabilidade e confiança. Relativamente à primeira afirmou defendê-la quando recomendou «o acatamento das normas da Direcção-Geral da Saúde e do Governo»; quando à responsabilidade declarou estar subjacente à realização, por parte da CPCCRD de «um diagnóstico rigoroso da situação» que fizeram chegar às autoridades competentes; e, no que respeita à confiança, considerou que o «futuro não é mais do que aquilo que vem ao nosso encontro todos os dias». E, na verdade – concluiu Augusto Flor – conseguiu-se sair por cima de um «desafio que muitos julgaram não poder ser vencido».

    Para receber a distinção atribuída ao jornal “A Voz de Ermesinde” deslocou-se ao Seixal o diretor do nosso jornal, acompanhado do nosso colaborador e dirigente da CPCCRD, Adelino Soares e de alguns dirigentes da Associação das Coletividades do Concelho de Valongo, nomeadamente Joaquim Oliveira, Américo Oliveira e Agostinho Ribeiro, conduzidos por Bruno Oliveira, numa jornada memorável de convívio e boa disposição, aproveitada, sempre que possível, por Joaquim Oliveira para divulgar, nas redes sociais, alguns jogos tradicionais portugueses.

    Esta distinção conferida pela Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto que muito agradecemos e nos honra é sobretudo um estímulo para continuarmos a dar voz a esta entidade que apoia o associativismo a nível nacional e às associações da cidade e do município.

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.