Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-10-2019
Jornal Online

SECÇÃO: Local


Inaugurada em Alfena a Casa do Xisto - A Arte para a (D)Eficiência

Fotos CMV
Fotos CMV
Foi inaugurada em Alfena, no passado dia 18 de outubro, a Casa do Xisto - A Arte para a (D)Eficiência. Trata-se de um projeto que tem como objetivo promover a inclusão da pessoa com deficiência através das artes, oferecendo aos participantes e famílias uma resposta social especializada, organizada em espaço polivalente com horários flexíveis e ajustados às suas necessidades. Na inauguração da Casa do Xisto - A Arte para a (D)Eficiência estiveram presente várias individualidades do concelho, desde logo os presidentes da Câmara Municipal de Valongo (CMV) e da Junta de Freguesia de Alfena, respetivamente, José Manuel Ribeiro e Arnaldo Soares.

O projeto ocupa a antiga escola básica do Xisto, localizada na Rua dos Ougueiros, em Alfena, e destina-se a apoiar pessoas com deficiência a partir dos 6 anos e suas famílias, com uma oferta diversificada de serviços que permite concentrar no mesmo espaço o acesso a terapias, academia de artes e desporto adaptado, consultas de psicologia, atividades culturais e lúdicas, gabinete de ação social entre outros que visem atender, esclarecer, orientar, intervir e acompanhar.

A Casa do Xisto- A Arte para a (D)Eficiência é um projeto pioneiro que nasceu da necessidade diagnosticada na Rede Social do Município de Valongo e que promove também a oferta de atividades artísticas, desportivas e oficinas, adaptadas às potencialidades de cada participante, contribuindo para o desenvolvimento de competências relacionais/sociais e profissionais, que visem conferir o lugar social ativo legítimo da pessoa com deficiência.

foto
No ato de inauguração o presidente da Câmara lembrou, «iniciamos o OTL ESPECIAL@rte em 2015 como projeto-piloto que funcionava apenas nos períodos de férias e desde logo verificamos que tínhamos de encontrar uma solução permanente para estas crianças e jovens e suas famílias. É com muita satisfação que vemos a felicidade estampada no rosto, não só destes meninos e meninas tão especiais, mas também dos seus familiares. Temos muito orgulho neste projeto único, que já é reconhecido por várias entidades como um exemplo de boas práticas».

Cofinanciado pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Social Europeu, na linha de Parcerias para o Impacto 2018, a Educasom assumiu-se como entidade proponente sendo a Câmara Municipal de Valongo a investidora social. A Câmara já investiu diretamente neste projeto cerca de 300.000 euros, sendo que só nas obras de reabilitação do edifício foram aplicados cerca de 140.000 euros, pois implicou a substituição da cobertura de fibrocimento. O investimento público total incluindo fundos comunitários é de 700.000 euros.

 

 

este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
© 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.