Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-09-2019
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-06-2019

    SECÇÃO: Cultura


    Noite de gala com o selo de qualidade da Casa do Povo de Ermesinde

    foto
    Foi acima de tudo uma noite divertida e muito bem passada na companhia dos utentes e funcionários da Casa do Povo de Ermesinde aquela que tivemos oportunidade de vivenciar a 15 de junho passado. Foram pois bem merecidos os aplausos recolhidos do numeroso público presente no Fórum Cultural de Ermesinde no cair do pano da XI Gala da Casa do Povo de Ermesinde. Espetáculo este constituído por música, dança e teatro, que foi oferecido pelos utentes e trabalhadores da instituição.

    Além de muitos familiares e amigos dos idosos da Casa do Povo, a gala foi presenciada por diversos convidados, entre outros André Teixeira, em representação da Câmara Municipal de Valongo, Helena Oliveira, membro do Executivo da Junta de Freguesia de Ermesinde, e Alberto Sousa, membro da Assembleia de Freguesia de Ermesinde.

    A gala teve então início com a atuação do Orfeão da Casa do Povo de Ermesinde (CPE), que brindou os presentes com três temas, a saber, “Mocidade, Mocidade”, “Oh laranja, oh limão” e “O Vosso Galo Comadre”.

    foto
    Seguiu-se um momento mais sério, um momento de reflexão sobre um dos grandes flagelos da sociedade atual, a violência doméstica. A técnica da CPE, Isabel Sousa, que foi, aliás, também a apresentadora da gala, deu então vida a um monólogo, com texto da sua autoria, onde foi abordada esta temática.

    Após este apontamento de reflexão voltámos à música, ao fado (“Montanha Azul”) e à música popular (“Arregaça” e “Pópó da Namorada”). Posteriormente, subiu ao palco a peça de teatro “Consultório de Ginecologia”, uma paródia teatral que conferiu uma barrigada de riso à plateia. Para nós, foi um dos melhores momentos da noite.

    foto
    A gala terminou como começou, com música, ressalvando-se aqui o “mix de dança” muito bem protagonizado pelas funcionárias da CPE. E no apontamento final juntou-se ao elenco de “artistas” o presidente da Direção da Casa do Povo, Luís Ramalho, que nas breves palavras que dirigiu à plateia elogiou e parabenizou o «elenco fantástico que hoje nos encheu de alegria. É gratificante perceber que o esforço de todos resultou nesta noite bem passada», referiu o dirigente numa alusão não só ao desempenho dos utentes da instituição como também ao trabalho desenvolvido por todos os colaboradores para que esta fosse mais uma noite memorável com o “selo” da Casa do Povo de Ermesinde.

    Por: MB

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.