Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-10-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-03-2019

    SECÇÃO: Local


    ENTREGA DA LISTA E DO PROGRAMA DE AÇÃO ACONTECEU EM ERMESINDE

    Augusto Flor reeleito presidente da Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto

    foto
    Augusto Flor vai continuar à frente da Direção da Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto (CPCCRD) nos próximos três anos, facto consumado no Congresso Nacional da Confederação, realizado em Lisboa. Cerca de duas semanas antes, mais precisamente no dia 15, Augusto Flor esteve em Ermesinde – localidade onde se situa o gabinete/delegação do Norte da Confederação – com a missão de proceder à entrega de Lista e Programa de Ação Candidata aos Órgãos Sociais da CPCCRD com vista ao triénio 2019/2021.

    A acompanhar o dirigente agora reeleito estiveram, entre outros, Barbosa da Costa, presidente da Assembleia Geral da CPCCRD, e o mandatário nacional da lista – a única que foi a sufrágio –, Manuel Moreira.

    O nosso jornal trocou então algumas palavras com Augusto Flor, no sentido de conhecer as linhas gerais do seu programa de ação para o novo mandato. O dirigente nacional começaria por explicar que quer a lista quer o programa de ação foram constituídos ao longo de nove meses num processo que teve início em 30 de junho passado. Durante este período foi feita uma grande auscultação aos então membros da confederação bem como realizada uma seleção de novos membros, sendo ainda feito um levantamento de todas as questões que vêm de trás relacionadas com o movimento associativo e elencados todos os projetos que devem ter continuidade nos próximos anos. Em suma, este novo mandato dará de alguma forma continuidade ao trabalho que foi realizado no mandato anterior, e segundo o dirigente vai procurar dar resposta a todos os problemas que se colocam atualmente ao movimento associativo nacional, e que são muitos, de acordo com Augusto Flor.

    «É um programa de ação para os próximos três anos de mandato, mas como disse há assuntos que vêm de trás e que são para dar continuidade e há outros que são completamente novos e há-de haver aqueles que nos vão aparecer pelo caminho que nós não sabemos hoje quais são e cá estaremos para reagir», assim resumiu o dirigente.

    Relativamente aos problemas que afetam no presente o movimento associativo nacional, alguns deles foram inclusivamente debatidos neste Congresso Nacional, como por exemplo a revisão legislativa associativa, bem como a questão dos direitos de autor na perspetiva associativa e as medidas de auto proteção contra incêndios em edifícios associativos. Outro dos grandes obstáculos atuais do movimento associativo nacional, e que foi elencado nesta breve conversa com Augusto Flor em Ermesinde, surgiu com a nova lei das rendas. Isto é, com a atualização de lei as coletividades e associações que não têm instalações próprias têm enfrentado grandes dificuldades para pagar as novas rendas.

    Quando questionado sobre o estado atual do movimento associativo nacional, Augusto Flor é perentório em dizer que «está como está a sociedade. O movimento associativo é parte da sociedade, somos um poder que coopera com os outros poderes. E muitos dos problemas que se sentem no movimento associativo não são problemas do próprio movimento, são da própria sociedade e que se refletem nas associações. Nós, confederação, não temos a pretensão de resolver esses problemas da sociedade, temos sim a pretensão de contribuir para a sua resolução».

    (...)

    Leia esta notícia na íntegra na edição impressa.

    Nota: Agora pode tornar-se assinante da edição digital por 6 euros por ano. Após fazer o pagamento (de acordo com as mesmas modalidades existentes na assinatura do jornal impresso) deverá enviar-nos o nome, o NIF e o seu endereço eletrónico para lhe serem enviadas, por e-mail, as 12 edições em PDF.

    Por: MB

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.