Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-10-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-03-2019

    SECÇÃO: Local


    Ágorarte tem novos Estatutos

    foto
    Em Assembleia Geral bastante concorrida e demorada, que teve lugar no passado dia 15 de março, a Ágorarte aprovou novos Estatutos.

    Esta Assembleia Geral convocada e liderada pelo respetivo presidente, Almeida Santos, tinha entre os seus pontos da Ordem de Trabalhos, a Discussão e votação do Relatório e Contas de 2018 e Parecer do Conselho Fiscal bem como a Aprovação da alteração dos Estatutos.

    Relativamente ao Relatório foi dada a palavra ao vice-presidente da Direção, Manuel Dias, que explanou o conteúdo do Relatório e Contas, patente numa pequena publicação encadernada de 46 páginas, de que foi entregue cópia aos associados presentes. Este dirigente pôs em destaque a enorme lista de atividades concretizada pela Ágorarte e, sobretudo, pela sua valência Universidade Sénior de Ermesinde (USE). Referiu, a este propósito, que o ano de 2018 foi o ano de “implantação nacional da USE” recordando a participação no XIV concurso de Cultura Geral da RUTIS, no Seixal, no dia 26 de janeiro; a entrada na IV Gala de Danças Regionais, em Guimarães, no dia 20 de abril, com o Grupo de Danças Tradicionais; a aplaudida prestação de 20 ginastas da USE na IV Gala de Desporto e Ginástica Sénior, em Almeirim, no dia 26 de maio; e a exibição do Grupo Cantigas d’Ouvido no VI Encontro de Orfeões de Universidades Seniores, em Armamar, no dia 17 de junho. Relativamente às Contas, a Secretária e o Tesoureiro, Celeste e Álvaro Campeão, prestaram todas as informações solicitadas pelos sócios presentes.

    Ainda quanto a este ponto, o presidente do Conselho Fiscal, João Gomes Ferreira, considerou que as contas da Ágorarte, relativamente ao exercício de 2018, apresentam uma evolução positiva que «foi acompanhada por um significativo dinamismo da associação, comprovado pelas atividades desenvolvidas ao longo do ano e patentes no relatório de gestão». O presidente do Conselho Fiscal concluiu ainda «que foi feita uma gestão cuidada e criteriosa por parte da Direção, pelo que foi deliberado dar parecer favorável ao Relatório e Contas do ano de 2018 e sugerir aos associados da Ágorarte – Associação Cultural e Artística que o aprovem em Assembleia Geral», o que veio a acontecer e por unanimidade.

    A parte mais longa da reunião foi dedicada à alteração dos Estatutos, trabalhando-se sobre uma proposta apresentada pela Direção após consulta e trabalho de um jurista sobre as alterações a propor. O vice-presidente da Direção leu artigo a artigo, ponto a ponto, e foram sendo feitas sucessivas alterações após intenso e fecundo debate, sendo postos, depois, à votação artigo a artigo, que foram merecendo a aprovação de todos os presentes. No final, o presidente da Assembleia Geral, pôs os novos Estatutos à votação que mereceram a aprovação unânime da Assembleia.

    Na sequência da aprovação dos novos Estatutos da Ágorarte, o vice-presidente, propôs à Assembleia, em nome da Direção, a prorrogação do mandato dos atuais Corpos Gerentes até ao fim do 1.º trimestre do próximo ano, uma vez que não há tempo útil para desencadear o processo eleitoral de acordo com os novos termos estatutários, que preveem a eleição até ao fim do 1.º trimestre do ano. A proposta foi aprovada por unanimidade, pelo que os atuais corpos sociais da Ágorarte se mantêm em funções por mais um ano.

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.