Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-09-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-03-2019

    SECÇÃO: Destaque


    QUEIMA DO JOÃO

    Faça chuva ou frio não há Carnaval em Ermesinde sem a presença do nosso amigo João

    foto
    Nem as agruras do mau tempo (frio e chuva) que assolaram a nossa região no início de março, impediram que a tradição carnavalesca da Queima do João animasse as gentes de Ermesinde nesta quadra festiva. Cor, alegria e muita imaginação marcaram os três dias (3, 4 e 5 de março) do popular enredo carnavalesco organizado pela Junta de Freguesia de Ermesinde (JFE) com a colaboração de inúmeras associações/entidades locais. Este ano foram oito as associações/entidades que se associaram à Junta para manter viva, e bem viva, esta velha tradição da nossa terra.

    Cada um destes oito parceiros, digamos assim, participou no cortejo realizado no primeiro dia do enredo, com mais do que um carro alegórico, sendo que cada um desses carros tinha um tema subjacente. No total, o cortejo que partiu a meio da tarde do Parque Urbano de Ermesinde em direção ao armazém da Junta situado na zona da Resineira, passando por várias artérias da Cidade, foi composto por 22 carros alegóricos. A Associação de Pais da Escola do Carvalhal (que marcou presença com três carros alegóricos) a Associação SóJovem (também presente com três carros), a Associação Académica e Cultural de Ermesinde (quatro carros), a Escola Secundária de Ermesinde (três carros), a Associação Ermesinde Cidade Aberta (um carro), a Associação Fenómeno Dinâmico (quatro carros), o Externato Santa Joana (um carro) e a Associação Desportiva e Recreativa da Gandra (com três carros) deram cor e alegria a um cortejo encabeçado pelo “ilustre” João, que este ano se fazia acompanhar pelas suas “caras metades”, a oficial e a “outra”, num vistoso automóvel Dona Elvira, após ter sido recebido de braços abertos pela comunidade no coração (Parque Urbano) da sua Cidade. Chegados à Resineira, os foliões (em grande número) ficaram então a conhecer o vencedor do concurso do Melhor Carro Alegórico. Com o poder político local – com destaque para o presidente da Junta, João Morgado – a assistir na tribuna erguida de fronte do armazém da JFE ao lado do “ilustre” João, ficou a saber-se que o carro da Associação Desportiva e Recreativa da Gandra com o tema “Espantalhos” levou para casa o primeiro prémio.

    O enredo carnavalesco seguiu o seu habitual curso nos dois dias seguintes. Na noite de segunda-feira decorreu no interior do armazém da JFE o velório do nosso amigo João, e na terça-feira de Carnaval o epílogo desta tradição, isto é, o julgamento e a posterior queima nas margens do Rio Leça. Dois atos em que, um ano mais, sobressaiu Maria Rambóia, a eterna “viúva” do João, que apesar do avançar da idade continua a ser uma das atrações da festa, e mais do que tudo uma guardiã viva desta longínqua tradição da cultura popular de Ermesinde.

    (...)

    Leia esta notícia na íntegra na edição impressa.

    Nota: Agora pode tornar-se assinante da edição digital por 6 euros por ano. Após fazer o pagamento (de acordo com as mesmas modalidades existentes na assinatura do jornal impresso) deverá enviar-nos o nome, o NIF e o seu endereço eletrónico para lhe serem enviadas, por e-mail, as 12 edições em PDF.

    (Nota 2: num texto à parte, nesta edição, apresentamos as deixas que integraram o julgamento deste ano).

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto

    Por: MB

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.