Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-07-2019
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-03-2019

    SECÇÃO: Destaque


    Rolódromo de Ermesinde voltou a fervilhar com as corridas de carrinhos de rolamentos

    Fotos ALBERTO BLANQUET
    Fotos ALBERTO BLANQUET
    Aquela que era uma popular brincadeira de rua dos tempos dos nossos pais e avós é na atualidade uma atividade que atrai cada vez mais praticantes e adeptos um pouco por todo o país. E Ermesinde não é exceção, muito longe disso, conforme ficou provado no dia 24 de março, altura em que a adrenalina das corridas de carrinhos de rolamentos se fez sentir um ano mais “cá pelo burgo”.

    Estivemos lá, no “rolódromo” ermesindense, como já é chamado pelos “pilotos” que participam nestas corridas o traçado de 900 metros que teve como ponto de partida o topo da Rua Capitão Aires Martins e a meta na Rua 5 de Outubro, onde habitualmente se desenrola esta atividade sempre que Ermesinde lhe serve de palco.

    E este ano o número de participantes foi de 70, vindos de vários pontos do nosso Portugal, com idades compreendidas entre os 8 e os 67 anos (!), numa clara demonstração de que esta brincadeira dos nossos antepassados é levada muito a sério pela juventude de hoje em dia. Organizado pela Associação Trilhos do Zêzere - Campeonato Nacional de Carrinhos de Rolamentos e pela Junta Freguesia Ermesinde (JFE), o evento foi dividido em quatro corridas/categorias distintas, a saber, a classe Tradicional, a classe Alterados, a classe A e a Trikes, esta última categoria uma novidade no calendário nacional das corridas de carrinhos de rolamentos.

    Antes do início desta 1.ª Corrida Circuito Norte – como foi denominada a prova aqui realizada e que integrou o calendário de 16 provas que compõem o campeonato nacional de 2019 – demos uma saltada às “boxes”, onde se afinavam os últimos pormenores antes da(s) grande(s) corrida(s) para ouvir alguns dos intervenientes do espetáculo.

    Para Luís Dias, membro da Associação Trilhos do Zêzere - Campeonato Nacional de Carrinhos de Rolamentos, vir a Ermesinde é «já um clássico. Já começa a ser uma tradição ver estas ruas, uma vez por ano, serem invadidas por este pessoal (dos carrinhos de rolamentos)». Na sua voz, esta «brincadeira de rua dos nossos antepassados» vai crescendo de popularidade de ano para ano, facto que se prova com o aumento do número de participantes. Ainda para mais havendo esta temporada a novidade (a nível nacional) das trikes (triciclos), que tem atraído muitos “pilotos”, sobretudo «malta nova», como disse este elemento da organização.

    Nas “boxes”, situadas muito próximo do Estádio Municipal de Ermesinde, cruzamo-nos com verdadeiros ases do volante dos carrinhos de rolamentos, vulgo, campeões nacionais, casos de Hernâni Fernandes, ou Sérgio Silva. Encontrámos “pilotos” de várias idades, havendo “aqui e acolá” algumas caras conhecidas destas andanças, como é o caso de José Sousa, uma presença assídua em Ermesinde no âmbito desta competição. À nossa reportagem confessou que correr é como «despertar o menino que há dentro de mim. É ter a alegria de voltar a ser menino aos 64 anos», numa alusão aos tempos de infância em que brincava aos carrinhos de rolamentos. Mais do que a competição em si destaca o convívio que existe no seio destas corridas.

    (...)

    Leia esta notícia na íntegra na edição impressa.

    Nota: Agora pode tornar-se assinante da edição digital por 6 euros por ano. Após fazer o pagamento (de acordo com as mesmas modalidades existentes na assinatura do jornal impresso) deverá enviar-nos o nome, o NIF e o seu endereço eletrónico para lhe serem enviadas, por e-mail, as 12 edições em PDF.

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    foto
    .

    .

    Por: Miguel Barros

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.