Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 20-07-2022
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-11-2018

    SECÇÃO: Local


    NOTÍCIAS DA UNIVERSIDADE SÉNIOR DE ERMESINDE

    Visita da USE à Câmara Municipal do Porto

    Fotos USE
    Fotos USE
    Agendada ainda no decorrer do ano letivo transato, um grupo de alunos da disciplina de Sociedade e Cidadania da Universidade Sénior de Ermesinde (USE), acompanhado pela Professora Ilda Pinheiro, concretizaram, no primeiro domingo de novembro, a ansiada visita à Câmara Municipal do Porto (CMP).

    Estas visitas, que se efetuam apenas no primeiro domingo de cada mês e com um número limitado de visitantes, têm, por estas razões, uma lista de espera considerável. Neste momento está já a tratar-se do agendamento da próxima, que contemplará os alunos que não puderam integrar este grupo.

    À hora aprazada, esperavam-nos diligentes funcionários da CMP, que, após as devidas saudações, explicaram sucintamente os passos que seguiriam. Coube a uma jovem estagiária do curso de mestrado do Instituto Superior de Ciências Empresariais e do Turismo o papel de cicerone, que, ainda no átrio, nos fez a descrição da fachada do edifício, situado ao cimo da Avenida dos Aliados (que, curiosamente, chegou a estar projetada para se estender até ao Marquês) e inaugurado em 1957, mais de quarenta anos após o início da construção.

    Antes de subir a imponente escadaria, toda em mármore negro e onde pontuam duas figuras femininas que simbolizam a Indústria e a Arte, houve oportunidade para apreciar os diversos detalhes do teto, adornado de pinturas ao estilo romântico e com as Armas da Cidade ao centro.

    foto
    No primeiro lanço das escadas, junto ao busto de um dos Almadas (responsáveis por mudar a face do Porto no Séc. XVIII e início do Séc. XIX) é possível apreciar quatro quadros, que evocam figuras ligadas à cidade: D. Afonso Henriques, Infante D. Henrique, Afonso Martins Alho (o tal que deu origem à expressão “fino como o alho”) e Camilo Castelo Branco.

    Já na parte nobre do edifício, destaque para o Salão utilizado para cerimónias oficiais, onde se podem admirar mais duas estátuas – a Honra e a Concórdia – a fazer jus às características do povo portuense. No espaço seguinte, a Sala D. Maria II, que se apresenta com um óleo sobre a majestosa lareira, destaque para partes de uma mesa (que tem outras partes distribuídas por outras salas, já que não há espaço que a comporte como um todo), com pés de leão.

    Porto – Cidade do Trabalho – não será um mero eufemismo. Depois de nos termos cruzado com figuras como o marinheiro, a vendedora de peixe e a ceifeira, entramos na Sala de Sessões, onde reúne o Executivo e a Assembleia Municipal. Já no seu interior deparamo-nos com três enormes tapeçarias, a maior das quais (ao centro) constituída por cinco milhões de pontos. Nesta, entre outros motivos, destaca-se a azáfama da construção das embarcações que partiram às descobertas e o carregamento das peças de carne, lembrando que os que ficaram tiveram de haver-se com os restos, ou seja, as tripas. Num dos topos, realce para a faina do comércio do Vinho do Porto. E como quem trabalha também tem direito ao folguedo aparece, no lado contrário, a representação da festa mais popular da cidade – a noite de S. João.

    Após uma breve passagem pelo gabinete do presidente, foi a vez de os mais afoitos – e foram quase todos – galgarem os 180 degraus que conduzem ao topo da torre.

    foto
    Apesar do tempo enevoado, frio e chuvoso, que quase impedia o acesso às varandas dos diversos pisos, foi possível descobrir vários aspetos desconhecidos da cidade, como que a convidar para uma nova visita. Em dia de sol, claro.

    Na sequência desta ida ao Porto, foi ainda efetuada uma visita à “Gelataria Portuense”, simpaticamente aberta para nos receber e onde, segundo a mentora deste projeto, se fazem os verdadeiros gelados italianos.

    Depois de uma breve explicação sobre as razões da criação deste espaço e o acompanhamento das diversas etapas do fabrico, seguiu-se a degustação, que a todos satisfez. Conclui-se assim, com a boca doce, mais uma visita de estudo promovida pela Universidade Sénior de Ermesinde.

    Pel’ Comissão de Alunos da USE

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.