Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 20-07-2022
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-11-2018

    SECÇÃO: Local


    “Êxito” é a palavra que resume o XI Encontro Internacional de Coros “Cidade de Ermesinde”

    Fotos ARMINDO FERREIRA
    Fotos ARMINDO FERREIRA
    Com o mesmo brilho e encanto de sempre. Assim, podemos definir em breves palavras o que foi o XI Encontro Internacional de Coros “Cidade de Ermesinde”. Realizado no dia 27 de outubro, e tendo como palco o Fórum Cultural da nossa freguesia, o evento foi organizado pela Associação Académica e Cultural de Ermesinde (AACE), tendo contado com a participação de quatro grupos corais, a saber: o Grupo Coral Santa Cecília, de São Martinho do Campo – Santo Tirso; o Grupo Coral TAB: Trabalhadores das Autarquias do Barreiro; o Grupo “Chorus UP” – Sociedade Filarmónica União Pinheirense – Loures; e o Órfeão de Ermesinde (valência da AACE).

    Grupos que proporcionaram uma tarde muito agradável ao público que lotou a casa da cultura ermesindense, sendo de destacar entre a vasta plateia a presença de representantes da Câmara Municipal de Valongo e da Junta de Freguesia de Ermesinde, respetivamente André Teixeira e Helena Oliveira.

    foto
    Quanto ao reportório apresentado neste XI Encontro Internacional de Coros ele foi rico e extenso. O Grupo Coral TAB interpretou temas como “Cavalo Selvagem” (de Casimiro Silva), ou “He’ll make a way” (da autoria de Byron J. Smith), ao passo que o Grupo Coral Santa Cecília, de São Martinho do Campo trouxe a Ermesinde maioritariamente temas da autoria de M. Faria, tais como “Vindima”, “O milho da nossa terra”, ou “Vir feirar”. Por sua vez, o Grupo “Chorus UP” interpretou temas como, por exemplo, “Acordai” (de Lopes Graça), “Canto da Paz (também da autoria de Lopes Graça), ou “Hallelujah” (de Leonard Cohen). Já o Órfeão de Ermesinde interpretou temas como “Ay, linda amiga” (autor desconhecido), “Quando eu era pequenina” (de Maria Sampayo Ribeiro), ou “Oh laranja, oh limão” (de José Ribeiro de Sousa).

    foto
    No final deste Encontro Internacional de Coros trocamos breves palavras com o presidente da Direção da AACE, Constantino Moreira, que se referiu ao evento como «um verdadeiro êxito. Este XI Encontro Internacional de Coros esteve na linha dos que temos vindo a organizar», disse. No final do evento, a organização brindou todos os participantes com um jantar, o qual teve lugar no polivalente da Escola Básica de S. Lourenço, e que reuniu 185 pessoas num alegre e salutar convívio.

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.