Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-03-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-07-2018

    SECÇÃO: Destaque


    FEIRA DO LIVRO E DAS ARTES DO CONCELHO DE VALONGO 2018

    A "Ressurreição" segundo Lídia Alves

    foto
    Constituiu um momento singular e culturalmente muito rico, a apresentação do livro de poemas "Ressurreição", da autoria da nossa bem conhecida e muito apreciada Lídia Alves.

    Professora da Universidade Sénior de Ermesinde onde, há vários anos já, com muita dedicação e carinho, vem desenvolvendo, em várias áreas, uma actividade muito meritória e empenhada, concorrendo, desse modo, para a dinamização, por exemplo, dos "Roteiros Turísticos", onde os seus muitos e vastos conhecimentos desta área transformam cada um deles em verdadeiras fontes de cultura!

    No que toca à sua obra poética, Lídia Alves bastas vezes nos maravilhou com poemas da sua autoria, particularmente nas actividades da "Oficina de Letras" e seus "Encontros de Poesia de Ermesinde", uma valência da "Ágorarte".

    Espírito aberto, dinâmico e solidário, são bem conhecidas as suas múltiplas facetas de intervenção cultural.

    Nesta apresentação, a autora esteve acompanhada pelo autor do prefácio deste livro, Prof. Doutor Ricardo Jorge Pinto, seu ex-professor de Geografia no ISCET.

    Evocando esses tempos, Ricardo Jorge Pinto afirmou que sempre apreciou e muito as excelentes capacidades reveladas pela autora, nomeadamente no que respeita à qualidade dos textos que escrevia e a que tinha regular acesso.

    «Quando me passou para a mão a responsabilidade de escrever o prefácio e de estar, depois, na sua apresentação, confesso que fiquei um pouco atrapalhado», afirmou o orador. «Em que dimensão é que eu posso ser útil àquele prefácio, de que forma é que eu posso contribuir para a apresentação de um trabalho como este?» - questionava-se.

    «De que forma poderia eu dar aqui algum contributo, eu que conhecia a Lídia enquanto minha aluna, mas que revelava já uma alma inquieta e que reflecte bem as suas múltiplas funções: professora, administrativa, escritora, que lança livros, que promove encontros, visitas», realça o orador.

    Em termos de conclusão, Ricardo Jorge Pinto cita Óscar Wild: quem vive muitas vidas não pode morrer só uma vez.

    Daí, a felicidade do título escolhido: "Ressurreição"- regresso à vida!

    Obrigado, Lídia Alves por este seu livro.

    Texto de Carlos Faria*

    *Nota: O autor não escreve de acordo com as novas regras ortográficas.

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.