Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-10-2019
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-01-2017

    SECÇÃO: Editorial


    A cidade e as serras

    Nesta edição do jornal, dá-se conta da aprovação de um projecto apresentado pelo Centro Social de Ermesinde ao Alto Comissariado para as Migrações, no âmbito do Programa "Escolhas", denominado Papalagui.

    Este projecto traduz a vontade de participação do Centro Social de Ermesinde, dos seus parceiros nesse Programa e dos seus beneficiários, nomeadamente dos mais fragilizados, no desenvolvimento de um desígnio do Município de Valongo relativamente à efectiva implantação de um projecto intermunicipal, que reúne os municípios de Valongo Gondomar e Paredes: o "Parque das Serras do Porto", que abrange a área das Serras de Santa Justa, Pias, Castiçal, Santa Iria e Banjas, que constituem, por sua vez, as bacias dos Rios Sousa e Ferreira, na parte do seu traçado que atravessa os municípios em questão.

    Trata-se de uma ambição antiga do Município de Valongo, com mais de 50 anos, e que, finalmente, tem condições para ser cumprida; e, com ela, a possibilidade de manter preservado um património histórico e natural de características ímpares na Área Metropolitana do Porto, tornando-o, no entanto, acessível ao uso comum.

    Com efeito, cruzado por três Auto-estradas, a A4, a 41 (CREP) e a A 43 (Radial de Gondomar), o Parque encontra-se a um quarto de hora de qualquer local dentro da Área Metropolitana do Porto, permitindo aos habitantes dessa zona tão densamente povoada um escape à pressão da vida urbana e uma distensão dos nervos, dos humores e dos músculos de quem dessa descompressão anda bem precisado.

    O desenvolvimento urbano que, nas últimas décadas, alterou tão profundamente a ocupação humana do território destes três concelhos acabou por poupar, porventura involuntariamente, esta espécie de território de fronteira entre eles, preservando da especulação urbanística uma área concentrada de mais de 5.000 hectares.

    Absorvidos pelo ritmo e pela intensidade dos dias deste nosso tempo tão apressado, é preciso inventar de novo o tempo do apaziguamento de cada um consigo e o da solidariedade com os outros.

    Falta-nos o tempo… Local já temos.

    Mas que a recuperação do Sousa e do Ferreira não nos deixe distrair do Leça, cujas margens, em Alfena e Ermesinde, são também um bom lugar para olharmos para dentro de nós mesmos.

    Henrique Rodrigues

     

    Outras Notícias

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.