Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-11-2022
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-12-2013

    SECÇÃO: Local


    NOTÍCIAS DO CENTRO SOCIAL DE ERMESINDE

    Feira Venda de Saberes: uma outra forma de promover um Natal solidário

    De 6 a 11 de dezembro, no período horário das 14h00 às 21h00, decorreu no largo da feira velha de Ermesinde (Largo António da Silva Moreira), distribuída pelo espaço da feira antiga e por algumas das casas que circundam o largo, a Feira Venda de Saberes, uma iniciativa promovida pelo Centro Social de Ermesinde e que nasceu naturalmente na sequência do trabalho da instituição com as pessoas encaminhadas pelo GIP, RSI, IEFP...

    Foto CFCSE
    Foto CFCSE
    A partir da constatação de que muitos dos destinatários e utentes de entidades e medidas que procuram responder à necessidade de requalificação e reinserção profissional, tinham como hobby o artesanato, com um caráter vário, e da disponibilidade de um espaço que se procura reabilitar para a vida em comunidade – o largo da feira velha de Ermesinde –, o Centro de Formação do Centro Social de Ermesinde, contando com o apoio de algumas entidades, como a ARGO (Artesanato de Gondomar) organizou um evento que pôs em contacto as pessoas, lhes permitiu uma maior aprendizagem de técnicas com os seus pares e permitiu ainda a venda de alguns produtos, tais como brinquedos, peças decorativas, objetos de uso variado, jóias, licores, bolos e até coelhos de criação.

    O evento contou com o apoio do presidente da Câmara de Valongo, José Manuel Ribeiro, e do presidente da Junta de Freguesia de Ermesinde, que inauguraram este (por agora) pequeno e jovem certame, juntamente com o presidente da Direção do Centro Social de Ermesinde, Henrique Queirós Rodrigues.

    Presentes também, naturalmente, a diretora técnica da valência do Centro de Formação do Centro Social de Ermesinde, Albertina Alves, e os técnicos responsáveis pela criação e acompanhamento da iniciativa no terreno Ana Margarida Rentes, Florentino Silva, Marta Magalhães e Sérgio Garcia.

    A ideia da Feira Venda de Saberes começou por ser apresentada aos potenciais interessados na “Valoriza--te”, uma feira de emprego realizada anteriormente em Ermesinde.

    Do andamento dado ao projeto resultou um balanço provisório muito positivo dos artesãos, que não desconheciam a conjuntura muito desfavorável em termos de possível concretização de vendas.

    foto
    Entre objetivos futuros a apontar, a partir desta iniciativa, poderá estar a criação de uma Casa do Artesão.

    Os artesão e feirantes envolvidos na iniciativa enquadravam-se na faixa etária dos 20 aos 65 anos (com uma média de 45), sendo algumas delas pessoas já sem o subsídio de desemprego, ainda longe da reforma, e que tinham já sido muitas delas anteriormente mobilizadas pela feira do S. Martinho realizada neste mesmo largo pelo Centro Social de Ermesinde.

    Promover a cooperação entre todos, fazer sair as pessoas do ciclo do desânimo para uma atitude de perseverança, luta e motivação, dotando-as,ao mesmo tempo de mais qualificações, é o principal objetivo deste tipo de trabalho que esta IPSS tem vindo a procurar promover.

    Daí a importância da partilha de saberes, que quebra o isolamento e permite o intercâmbio.

    Procura-se, por exemplo, ir agendando workshops formativos em várias áreas.

    Outra ideia é criar uma plataforma de venda online de artesanato.

    Uma coisa é certa, a bola já começou a rolar... e agora não vai parar mais, até porque agora estão aí os programas e possibilidades abertos com o CLDS+.

    Por: LC

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.