Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 20-07-2022
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-03-2012

    SECÇÃO: Desporto


    BILHAR

    1ª fase da Superliga Bilharsinde entra na etapa das grandes decisões

    Foto VOXX CAFFÉ
    Foto VOXX CAFFÉ
    Principiada em finais de fevereiro a segunda volta da 1ª fase da Superliga Bilharsinde (SB) conheceu neste mês de março capítulos emocionantes, surpreendentes e... decisivos em relação ao cenário daquilo o que irão ser as fases finais da 1ª, 2ª e 3ª divisões do certame de pool português.

    E na Série A a maior surpresa é mesmo o Salão Europa, equipa ermesindense que entrou para esta segunda volta com um currículo 100 por cento vitorioso que lhe conferia um confortável 1º lugar. Pois bem, na etapa final da SB tudo mudou. Em 5 jogos disputados os bilharistas do Europa perderam 3 e empataram 2 (!), dececionante registo que os atirou para o 2º lugar, sendo ultrapassados pelo C.S. Trofa/GMLUX “A”, conjunto este que aliás já se sagrou matematicamente campeão de série (contabiliza 28 pontos), depois de na jornada número 12 – ocorrida no passado dia 26 – ter vencido curiosamente o Salão Europa por 9-7. Quem tem aproveitado o mau percurso do Europa é o Café Santo António “B”, que com três vitórias consecutivas nas últimas três jornadas ainda espreita o 2º lugar – o último que dá acesso à fase final da 1ª Divisão –, somando a duas jornadas do fim desta 1ª fase 20 pontos contra os 23 do Salão Europa.

    Depois de uma boa – e surpreendente – entrada nesta segunda volta a Casa Vieira parece perder algum gás neste sprint final do certame. Chegando a sonhar com a presença na 1ª Divisão, a equipa ocupa agora o 5º lugar (com 16 pontos) tentando assim segurar o bilhete de acesso à 2ª Divisão, sob o olhar ameaçador do 6º classificado, o Café Quinta Amarela, que 13 pontos. Com uma ténue esperança em garantir a qualificação para a 3ª Divisão está ainda o Paraíso da Cidade “B”, que se encontra instalado no 7º posto, com 10 pontos, e que para continuar na SB se vê forçado a vencer não só os dois jogos que faltam cumprir mas também esperar por outras tantas escorregadelas do Quinta Amarela. Matematicamente afastado da 2ª fase da SB está já o Abba-Frutypazer, último classificado com 7 pontos.

    Na Série B o 1º lugar ficou definido nesta última jornada, tendo como ocupante a equipa mais forte da chave – e das mais fortes de toda a SB –, o Paparugui. Quem está muito perto de acompanhar o recente campeão de série rumo à 1ª Divisão é precisamente o vencedor deste escalão da temporada passada, o Café Sport, que com os seus atuais 25 pontos precisa apenas de um empate nas rondas que faltam para assegurar matematicamente a viceliderança, sendo que por esta altura a ténue ameaça para os do Sport vem do 3º classificado, o C.S. Trofa/GMLUX “B”, que soma 21 pontos.

    Recuperação assinalável tem tido nesta segunda volta o Mony I (na imagem), conjunto que em 5 jogos somou 2 vitórias e 3 empates, performance que o catapultou até ao 6º lugar, em posição de acesso à 3ª Divisão. Por esta altura os bilharistas do Mony I somam 15 pontos, seguidos de muito perto pelo Centro Social e Paroquial de Alfena/Rúben, com 13 pontos, ao passo que há muito já afastado da 2ª fase da SB está o Sangemil, o “lanterna vermelha” da série, sendo neste momento uma das duas equipas de toda a competição – a outra é o Centro Social e Paroquial de Alfena/Guedes, na Série H – que ainda não somou qualquer ponto!

    Na Série C o 1º lugar foi – na 12ª jornada – matematicamente entregue à Academia Pedro Fonseca, sendo que a expetativa reside agora em saber quem fica com o 2º posto, Salão Filipe “A” ou Pólo Norte/Café Bilhar. Curiosamente estas duas equipas defrontaram-se na última jornada, um duelo onde foi mais feliz o Pólo Norte (venceu por 12-4 em casa do adversário) encurtando desta forma para 3 o número de pontos que os separam dos bilharistas do Salão Filipe. Cá para baixo destaque para a recuperação do 6º lugar por parte do G.D. S. Sebastião, que ao vencer o já eliminado Coffee Break por 12-4 trocou de posição com o Voxx Club Bilhar/Voxx, somando agora 11 pontos contra os 9 dos bilharistas do Voxx Caffé, sendo que na derradeira jornada da SB – agendada para 9 de abril – há um emocionante e decisivo G.D. S. Sebastião – Voxx Club Bilhar/Voxx.

    Na Série D este foi um mês de definições. New Academy (1º) e Salão Taco a Taco (2º) já asseguraram o passaporte para a 1ª Divisão, sendo que a única curiosidade nas duas rondas que faltam reside em saber se o Café Laser (7º) conseguirá ou não garantir a última vaga de acesso à 3ª Divisão.

    Na Série E a luta pelo acesso à 1ª Divisão está ao rubro. Neste momento existem 3 candidatos para 2 lugares, mais precisamente a Academia Beira Alta (1º) , o Senhor do Padrão (2º) , e o Gondivai (3º), sendo que a diferença que separa os líderes do 3º colocado é de apenas 3 pontos. Afastados da próxima fase da SB estão já Sangemil Académico (7º) e Voxx Club Bilhar/Café (8º).

    Dúvidas em relação a quem segue para a 1ª Divisão existem também na Série F, onde U.D.C.R. Bela (2º), Café S. Brás “B” (3º), e Clube Bilhar Piri-Piri (4º) acalentam esperanças em acompanhar o líder – e já qualificado para o escalão maior da SB – Academia Pedro Grilo.

    Na Série G a dúvida maior reside no facto de saber quem fica com o 1º lugar, ou Salão Plaza, ou D. Pedro “A”, duas equipas que somam por agora 28 pontos e já se encontram matematicamente qualificadas para a 1ª Divisão.

    Igual cenário existe na Série H, onde o 1º lugar está a ser disputado taco a taco entre o atual líder, Paparugui “B” (que soma 29 pontos), o 2º colocado, o Café Novo Espaço (contabiliza 27 pontos).

    Nota: Todos os resultados e classificações desta competição podem ser consultados na nossa edição online em Resultados Desportivos.

    Por: Miguel Barros

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.