Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 28-02-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 09-02-2012

    SECÇÃO: Cultura


    Fotos URSULA ZANGGER
    Fotos URSULA ZANGGER

    O ENTREtanto Teatro mostra a sua vitalidade

    foto
    Com Júnior Sampaio ausente em trabalho no Brasil onde, em várias salas e várias cidades, tem vindo a apresentar “A Bailarina Vai às Compras”, a atividade do ENTREtanto no concelho de Valongo não parou e, no passado dia 3 de fevereiro, apresentou, no Centro Cultural de Campo, o espetáculo “Retalhos”, uma composição criada a partir dos miniprojetos de teatro que resultaram do trabalho dos alunos da Ação de Formação em Teatro 2011.

    Foi mais um café teatro surgido a partir dessa ação de formação (as anteriores foram “Tentações”, “Sensações”, “Sim! Porque Não?”, “D'Estilo”, “Memórias do Mundo...”, “Lixo e Luxo”.

    O espectáculo dividido em três atos teve a coordenação de Laura Ferreira (também intérprete).

    Do primeiro ato, com as cenas “Cabeleireiro”, “Dá-me Lume”, “Carruagem 24”, “Namora uma Rapariga que Lê e Namora um Analfabeto” e “Sonasol Jazz”, destacamos a ideia da penúltima, minimamente bem defendida pelo casal de atores, e sobretudo a última cena, ao jeito de cabaret, em que um grupo de mulheres de limpeza se transformam num voluptuoso naipe de bailarinas sensuais. Um ato um pouco mais frágil, mas com um final bem enérgico.

    No segundo ato, com as cenas “Bebés”, “O Destino do Conde de Albergaria”, “Amanhecer”, “O Sol e a Lua” e “A Noiva”, gostamos muito da ideia de “Bebés”, representada junto do público, na plateia, de “O Destino do Conde de Albergaria”, uma fantabulástica radionovela – bela criação – e da luz de “A Noiva”, com belíssimos efeitos de recorte de cena. “O Sol e a Lua”, de que já víramos uma versão anterior relativamente à qual não encontrámos grande diferença, falha um pouco no potencial plástico que indubitavelmente tem e que poderia ser sublinhado, evidentemente com o cuidado de não resvalar para um registo erotizado que não se pretenderá.

    foto
    Finalmente, do terceiro ato, “No Consultório Médico”, “Palavrões na Praia”, “Vendedora de Palavras!” e “Vida Lixada”, destacamos a nova versão muito bem conseguida, de “Palavrões...” (numa versão anterior, as atrizes compunham quatro figuras masculinas, numa taberna, ao passo que agora compõem uma figura masculina – interpretada por Mariana Santos, duplamente de parabéns, porque fazia anos no dia do espetáculo – e duas femininas), a ideia de “Vendedora de Palavras”, igualmente bem defendida pelas alunas de teatro, e sobretudo “Vida Lixada”, uma cena com potencial até para um espetáculo só por si. A versão agora apresentada - e que nos pareceu mais aligeirada do que aquela que foi apresentada no espetáculo de encerramento da ação de formação teatral, em 30 de setembro de 2011 – perde, contudo, alguma densidade, pois neste caso o reiterado alongamento de sucessivas situações marcava um fluir do tempo que parece intrínseco à própria natureza da cena e lhe emprestava uma maior dramaticidade.

    O que importa sublinhar é que se vê ali, com os jovens formandos muito trabalho sério e muita paixão pelo teatro. O ENTREtanto mostrou bem a sua vitalidade.

    FICHA TÉCNICA

    Coordenação: Laura Ferreira

    Em cena: Anabela Melo, André Pinto, António Cabral, Catarina Pinto, Catarina Vaz, Etelvina Baltazar, Fátima Amaral Ferreira, Laura Ferreira, Inês Ferreira, Mariana Santos, Miguel Moreira, Nanci Sousa, Paulo Kanuko, Rosário Nascimento, Sofia Príncipe, Tânia Seixas e Valdemar Baltazar.

    Colaboração musical: Nuno Silva.

    Desenho de luz: Luís Ribeiro.

    Operação de som e luz: André Pinto e Paulo Kanulo.

    Design: Beto Meira.

    Produção executiva: Amélia Carrapito.

    Apoio à produção: Isabel Ferreira.

    Duração: 90 minutos.

    Espetáculo para maiores de 16 anos.

    O ENTRETanto NO BRASIL

    foto
    Entretanto, no Brasil, a peça de Júnior Sampaio e Quico Cadaval “A Bailarina Vai às Compras” teve um mês de grande visibilidade nas plateias do Brasil, onde foi apresentada, nos dias 12, 13 e 14 de janeiro, nos placos de O Tablado, no Rio, a 19, 20, 21 e 22 de janeiro no Espaço Satyros, em São Paulo, a 24 e 25 de janeiro, no Teatro Barreto Júnior, no Recife e, a 27 de janeiro, durante o muito importante festival Janeiro de Grandes Espetáculos, no Teatro Rui Limeira Rosal, em Caruaru.

    Recorde-se que “A Bailarina Vai às Compras”, peça com coordenação artística de Maria do Céu Guerra, encenação de Rita Lello e interpretação de Júnior Sampaio é a 44ª criação da companhia ENTREtanto Teatro, que a estreou no Teatro Cineatre – A Barraca, em Lisboa, a 17 de novembro de 2011.

    O espetáculo foi depois apresentado na casa de espetáculos e de trabalho do ENTREtanto, em Campo, Valongo, de 23 a 27 de novembro (ver crítica de “A Voz de Ermesinde” n.º 886, de 30 de novembro), e no Porto, e ainda antes da digressão pelo Brasil integrou a programação do 17º FINTA – Festival Internacional de Teatro da ACERT, em Tondela.

    Por: LC

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.