Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-04-2024
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 25-01-2012

    SECÇÃO: Destaque


    «Coragem de Mudar defende investimento mas rejeita especulação imobiliária em Alfena»

    Reagindo às decisões tomadas na última sessão camarária, a Coragem de Mudar tornou pública uma posição na qual defende:

    «Os vereadores da Coragem de Mudar, Maria José Azevedo e Pedro Panzina, manifestaram (...), durante a reunião da Câmara de Valongo, o compromisso desta força política com a atração de investimento para concelho, rejeitando negócios como o do terreno na freguesia de Alfena, comprado por 4 milhões de euros e vendido, no mesmo dia, por 20 milhões».

    Comentando depois as posições das duas outras forças políticas com assento na Câmara sobre este assunto, criticadas por falta de clareza, o mesmo documento afirma:

    «PSD e PS preferiram não clarificar a posição tomada relativamente a este estranho caso.

    Maria Jósé Azevedo e Pedro Panzina, através de uma proposta de resolução apresentada na reunião (...), deixaram bem vincado que a captação do investimento deve ter por base uma política estratégica concelhia, definida pela edilidade, e nunca os interesses particulares consubstanciados em projectos que mais parecem fatos feitos por medida.

    A resolução apresentada (...) visou esclarecer a situação do referido terreno. Depois de a Câmara, através dos votos dos vereadores da Coragem de Mudar e dos autarcas do PS, ter rejeitado o Relatório de Ponderação referente à alteração pontual ao PDM que viabilizaria a instalação de uma plataforma logística no terreno alvo de especulação, a Coragem de Mudar propôs (...) a clarificação da decisão. Nesse sentido, Maria José Azevedo e Pedro Panzina propuseram que a Câmara considerasse indeferido o pedido de alteração pontual ao PDM.

    Porque entendem que o investimento privado é fundamental para o desenvolvimento mas que deve ser conseguido de acordo com um plano estratégico delineado pela autarquia, os vereadores da Coragem de Mudar instaram o presidente da Câmara a procurar terrenos alternativos, na Zona Industrial de Campo, para instalação da plataforma logística que o Grupo Jerónimo Martins alegadamente pretende criar no concelho de Valongo.

    A resolução apresentada pelos elementos da Coragem de Mudar (...) foi votada ponto por ponto, acabando por ser rejeitadas, com os votos contra do PSD e a abstenção complacente do PS, as alíneas que clarificavam a posição do Executivo face ao negócio especulativo (...)».

    Os vereadores da Coragem de Mudar informaram ainda «que não estarão presentes na reunião e no almoço que se realizarão (...) em Lisboa, com representantes do grupo Jerónimo Martins. A decisão tem por base o facto de os vereadores não terem sido formalmente convidados, mas também está relacionada com a ausência de uma ordem de trabalhos definida à partida e com a realização do encontro em Lisboa, quando os assuntos a serem tratados, supostamente, terão a ver com Valongo. O líder do grupo da Coragem de Mudar na Assembleia Municipal, João Castro Neves, apesar de convidado para o encontro, também não estará presente, pelas mesmas razões substantivas aduzidas pelos vereadores» da Coragem de Mudar.

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: [email protected].