Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 25-06-2024
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-12-2011

    SECÇÃO: Crónicas


    Feliz Ano Novo!

    Desejo a todos um feliz Ano Novo, que tudo corra pelo melhor na vida de cada um e, assim, para a vida de todos nós.

    Estes desejos não são uma mera formalidade, nem estão imbuídos de uma franja de hipocrisia.

    Sei perfeitamente quão negras são as perspetivas para 2012 e que (quase) tudo leva a crer que será pior do que 2011. O pior é que sempre que possamos pensar nisto, será normal chegarmos a esta pequena conclusão: «Onde é que já ouvi isto? Esta coisa de que para o ano ainda vai ser mais difícil, com mais problemas, mais razões para ficarmos pálidos para com as nossas vidas, para com a sociedade em geral?».

    Infelizmente, todos os anos nos dizem que será um novo ano com mais impostos, mais cortes nas despesas do Estado que achamos nós, opinião pública, serem mais importantes de manter: educação, justiça, etc.. Mais desemprego, mais recessão. Eles, os políticos, parecem não ter mão nos nossos destinos coletivos.

    Desejo, mesmo assim, que coisas tão simples, gestos tão humildes possam continuar a fazer parte da sociedade portuguesa.

    A nossa hospitalidade, tão propalada; a nossa vontade de alargar horizontes (mesmo com um Governo que nos pede para emigrar); a nossa solidariedade tão famosa.

    Continuaremos a defender a nossa gastronomia, as nossas artes, a nossa cultura no seu todo se a praticarmos, se evoluirmos com ela.

    Não ficar parado, em tempos de mudança como estes, é muito importante.

    Boas Festas e excelentes entradas para 2012!

    Por: Filipe Cerqueira

     

    Outras Notícias

    · Mãe Natureza
    · A cada qual o seu Natal

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: [email protected].