Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-04-2024
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 10-12-2011

    SECÇÃO: Desporto


    FUTEBOL

    Ermesinde deu um passo atrás!

    Dezembro não começou da melhor maneira para a principal equipa do Ermesinde. Na sequência de (mais) um comprometedor empate caseiro e um desaire fora de portas os verde e brancos caíram um lugar na tabela classificativa e, mais do que isso, deram um passo atrás na luta pelo 1º lugar.

    A igualdade foi então obtida no feriado do passado dia 1, data em que os pupilos de Vítor Leal recebiam o Maia Lidador num encontro referente à 13ª jornada da Série 1 do Campeonato Distrital da 1ª Divisão. Os ermesindistas procuravam voltar aos triunfos caseiros depois de dois empates consecutivos nos Sonhos – a última vitória em casa remonta a 23 de outubro! –, objetivo que no entanto se iria esfumar uma vez mais depois de um... 0-0 final!

    Esta foi uma partida onde a equipa da casa tentou entrar com velocidade, esbarrando contudo na sempre bem organizada defesa do Maia Lidador. Dessa forma foi necessário esperar até ao minuto 21 para que Leça, com um remate de primeira, ainda fora da grande área, criasse o primeiro lance de perigo para o guarda-redes contrário, Rúben.

    Jogava-se de uma forma muito física e, maioritariamente, a meio campo e as oportunidades de golo pareciam uma miragem!

    Até ao intervalo Marcos e Artur Alexandre ainda tentaram alvejar a baliza adversária, o primeiro de cabeça, e o segundo com um remate de fora da área, mas a bola, num e noutro caso, saiu sempre muito longe, sem assustar os maiatos.

    Com o início dos últimos 45 minutos o Ermesinde, finalmente, criou um lance de verdadeiro perigo, com uma arrancada de Marcos que, depois de driblar um defesa do Maia Lidador avançou pelo lado esquerdo do ataque mas, quando se preparava para rematar, a bola acabou por ser desviada para canto, de onde não resultou qualquer consequência.

    Após o lance de Marcos o jogo caiu novamente de intensidade e as duas equipas continuaram a manter a bola muito longe das balizas, tornando os dois guarda-redes quase meros espetadores.

    Os remates para longe da baliza sucediam-se e o jogo acabou com o mesmo resultado com que se iniciou, 0-0 no marcador.

    A equipa do Ermesinde acaba por registar mais um empate quando tinha tudo para arrecadar os três pontos frente a uma equipa de notória qualidade inferior, mas nunca conseguiu encontrar o seu jogo e acabou por protagonizar uma das exibições mais fracas da presente época.

    Neste encontro o Ermesinde alinhou com: Rui Manuel; César, Delfim, Tiago Fonseca e Ivo; Joca, Leça (Serginho, aos 51m) e Artur Alexandre; Marcos (Kaká, aos 74m), Fábio Ribeiro e Medeiros (Miguel, aos 66m).

    DERROTA

    EM CASA

    DO LÍDER

    Três dias depois (4 de dezembro), o combinado dos Sonhos tinha uma oportunidade de ouro para se aproximar do líder do campeonato, o Perafita. E assim era, pois jogava precisamente em casa... do líder. Apesar dos primeiros minutos da contenda serem de equilíbrio, o Perafita, a jogar diante do seu público, começou aos poucos a tomar conta dos acontecimentos, acabando por assinar os lances de maior perigo logo durante os primeiros 45 minutos do jogo.

    A toada de domínio local acentuou-se no reinício da partida, não sendo de estranhar que o primeiro golo tenha sido festejado precisamente pelos adeptos da equipa da casa.

    Foi um golo que aconteceu na sequência de uma grande penalidade convertida por Paulinho, a castigar uma falta do guardião ermesindista sobre Tinaia. Este golo acordou o Ermesinde, que ainda tentou correr atrás do prejuízo, mas sem nunca conseguir criar real perigo para as redes locais.

    E eis que, aos 72 minutos, o Perafita sentenciou o jogo, com a obtenção do segundo golo, novamente da autoria de Paulinho. O resultado estava feito e o Ermesinde apercebeu-se disso, sendo que, até final, o Perafita continuou a deter o sinal mais do jogo, acabando mesmo por desperdiçar uma flagrante oportunidade de novo golo, por intermédio de Lutchindo.

    2-0 foi então o resultado final a favor de um Perafita que é cada vez mais líder (agora com 33 pontos), ao passo que o Ermesinde desceu para 3º, fora dos lugares de promoção, com 26 pontos, menos um que o agora 2º colocado Castêlo da Maia.

    Nota: Todos os resultados e classificações desta competição podem ser consultados na nossa edição on-line.

    Por: Luís Dias/AVE

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: [email protected].