Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-12-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-11-2011

    SECÇÃO: Saúde


    NOVEMBRO – MÊS DO CANCRO NO PULMÃO

    Pulmonale lança campanha “Deixe de fumar. O céu pode esperar"

    A Pulmonale – Associação Portuguesa de Luta Contra o Cancro do Pulmão, com o apoio da Global Lung Cancer Coalition (GLCC), do Instituto Português da Juventude (IPJ) e da Lilly Portugal assinala, este ano, o Mês do Cancro do Pulmão (Lung Cancer Awareness Month). Novembro é o mês escolhido por muitos países para, através das suas Associações de Luta Contra o Cancro do Pulmão, reforçarem o seu papel junto da sociedade e promoverem uma maior sensibilização. Em Portugal a Pulmonale assinala a data com o lançamento de uma campanha contra o tabaco. “Deixa de Fumar. O céu pode esperar” é o mote deste projeto que visa sensibilizar os jovens.

    A Pulmonale acredita que a prevenção continua a ser a melhor forma de combater o cancro do pulmão e é nesse sentido que aposta na mudança de mentalidades através de um trabalho de sensibilização a desenvolver junto das novas gerações. “Deixa de fumar. O céu pode esperar” é a campanha que leva a Pulmonale a marcar, este ano, o Mês do Cancro do Pulmão que é assinalado um pouco por todo o mundo.

    Segundo António Araújo, presidente da Pulmonale «é fundamental diminuir o consumo de tabaco de modo que, a médio prazo seja possível diminuir a incidência do cancro do pulmão e consequentemente a mortalidade a ele associada. Existe uma diferença, em termos de tempo, entre o consumo de tabaco e o aparecimento de cancro do pulmão. Essa diferença de tempo situa-se entre 10 a 15 anos. Portanto, vai ser precisa uma década para conseguir compreender qual é o efeito das nossas atitudes de hoje. Com esta aposta nos mais jovens a Pulmonale pretende contribuir hoje para a redução do consumo de tabaco para que, dentro de uma década, a diferença se faça notar na diminuição da incidência de cancro do pulmão».

    Todos os anos são diagnosticados cerca de 3 500 novos casos de cancro do pulmão, sendo que 80 % dos casos são resultado direto dos hábitos tabágicos que surgem cada vez mais cedo. Segundo um estudo recentemente divulgado pela Pulmonale é aos 16 anos que a maioria dos jovens começa a fumar. Analisada esta realidade a Pulmonale aposta na comunicação junto desses grupos, para os quais preparou uma campanha que percorrerá Portugal, já a partir de depois de amanhã, dia 17 de novembro (Dia do Não Fumador), em Lisboa e Porto e seguirá para Braga (18), Aveiro (21), Viseu (22), Guarda (23), Coimbra (24), Leiria (25), Santarém (28), Évora (29) e Faro (30).

    «É fundamental agir globalmente junto das gerações mais novas, incitando-as a encarar o tabaco como um perigo, uma droga causadora de doenças, para que amanhã se obtenham resultados visíveis na redução do Cancro do Pulmão», acrescenta A. Araújo.

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.