Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-01-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-11-2010

    SECÇÃO: Destaque


    MIT – MOSTRA INTERNACIONAL DE TEATRO 2010

    Um santo gozo...

    Foto MANUEL VALDREZ
    Foto MANUEL VALDREZ
    Tomando por base um espectáculo paroquial de natureza mais ou menos etnográfica, em que a subsversão pelo humor irrompe a todo o momento, e em que o próprio espectáculo se desconstrói e é posto em causa – com um final em que os actores continuam a representar enquanto recebem os aplausos e a eles reagem diferentemente, “Sempre ao Lonxe” – uma criação de Quico Cadaval, Evaristo Calvo, Victor Mosqueira e Piti Sanz, foi um dos melhores espectáculos do MIT 2010.

    A peça, que brinca com o próprio Cadaval, e com vários aspectos da peculiar autoridade e diversidade nacional do Estado espanhol – veja-se o tampo da viola que tem como fundo a ikurriña (a bandeira basca) ou a pandeireta que não é mais que o capacete de um guardia civil, é talvez de mais difícil leitura para o público português que para o público de Espanha, mas muita da sua irreverência (para com o clero, por exemplo), é universal.

    A interpretação é dos próprios autores, à excepção do referido Quico Cadaval.

    Por: LC

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.