Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-04-2022
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 20-10-2010

    SECÇÃO: Desporto


    HÓQUEI EM PATINS

    Valongo derrotado pela sorte

    A sorte nada quis com a Assossiação Desportiva de Valongo na 3ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª Divisão de hóquei em patins, ocorrida a 16 de Outubro último. Uma constatação feita no rescaldo da derrota (3-4) averbada no pavilhão da Física de Torres Vedras, num jogo em que foi evidente a contradição entre resultado e exibição dos valonguenses.

    Níveis de concentração em alta, garra, e uma vontade suprema de vencer foram alguns dos condimentos que demonstraram a superioridade ao longo de todo o encontro da equipa do nosso concelho face ao seu rival. Contudo, para o receita final ter sido um êxito faltou um condimento muito particular neste tipo de duelos de alta competição: a sorte, como já foi referenciado.

    A avalanche valonguense fez-se notar bem cedo com as oportunidades claras de golo a surgirem em catadupa contracenando com a apatia da formação da casa. As bolas, no entanto, teimavam em beijar as redes do guardião local – sendo esta aliás uma constante ao longo de toda a partida – pelo que o – justo – golo dos forasteiros chegou já numa fase adiantada da primeira parte, por intermédio de António Costa.

    E eis que sem “saber ler nem escrever” o Física sairia para o intervalo a vencer por 2-1 na sequência de dois remates certeiros de German Dates.

    Resultado muito injusto pelo que havia verificado até então.

    Para a etapa complementar a toada do jogo mantêve-se, por outras palavras a supremacia valonguense não era correspondida pelo factor sorte. E prova disso – mais uma – foi o tento de Alan Fernandes que assim dilatava a vantagem do combinado da casa.

    Os pupilos de Paulo Pereira não perderam a calma e cientes da sua superioridade continuaram com a mesma atitude com que entraram para o rinque. Não foi pois de estranhar que Pedro Pinto e João Marques restabelecessem a igualdade no marcador.

    Mas aquela não era a noite do Valongo e já muito perto do fim um novo golpe de sorte interpretado por Garrancho fixou o resultado final em 4-3 a favor do conjunto de Torres Vedras.

    Face a este desaire o Valongo caiu para o 13º posto (soma um ponto) de uma classificação liderada pelo Futebol Clube do Porto (com nove pontos, os mesmos que Benfica e Oliveirense).

    Portistas que nesta ronda sentiram algumas dificuldades para se desenvencilharem do recém-promovido Cascais conforme expressa a magra vantagem de 6-5. Com três jornadas concluídas já deu para ver que esta temporada o conjunto azul-e-branco não terá a tarefa facilitada no que toca à revalidação do título nacional, como tem acontecido em anos anteriores. Um facto que se fica a dever ao excelente momento de forma patenteado pelo Benfica, que este ano se apresenta com fortes credênciais para contrariar o favoritismo portista até ao último dia de prova. Benfiquistas que nesta 3ª ronda somaram mais uma categórica vitória, desta feita em Espinho diante da Académica local por 7-4.

    Nota: Todos os resultados e classificações desta competição podem ser consultados na nossa edição on-line.

    Por: AVE

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.