Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-04-2022
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-09-2010

    SECÇÃO: Editorial


    foto

    Um marco, um sítio, um lugar de vivências e partilhas…

    “A Voz de Ermesinde” tem novas instalações, mais modestas, menos espaço e com necessidades de recuperação a nível construtivo muito significativas, no entanto ganhou a nível do lugar, do sítio, do local de porta aberta.

    O jornal na antiga feira adquire o verdadeiro sentido de espaço público, o jornal da nossa terra, o mensageiro das actividades autárquicas, sempre presente em todas as reuniões da Câmara Municipal, da Junta de Freguesia, preocupado com a actividade cultural, desportiva e social dos Ermesindenses.

    Esta mudança deve ser encarada como um marco que reforce o esforço e aproxime quem dirige e trabalha neste jornal dos seus leitores, dos responsáveis sociais e culturais, dos empresários e entidades com capacidade de participarem activamente na continuidade e valorização da sua edição.

    “A Voz de Ermesinde” prestou e continuará a prestar a esta cidade um serviço cívico insubstituível, ele já é responsável por um espólio de meio século da história desta terra.

    É neste sítio, neste novo local, que vamos continuar esta tarefa de recolha e de comunicação do que de mais relevante nesta terra vai acontecendo.

    Gosto do sítio, gosto de feiras, gosto de trocas de saberes, gosto de partilhar com os outros, e as feiras sempre foram locais privilegiados de convívio e de informação.

    Foto URSULA ZANGGER
    Foto URSULA ZANGGER
    Este foi e será um lugar de vivências que possibilitem e favoreçam a organização de encontros diversos, que ajudem a criar em torno do jornal um núcleo empenhado em contribuir das mais diversas formas para o engrandecimento cultural e financeiro duma actividade que, como muitas outras no nosso país, atravessam um período muito difícil.

    Queremos conhecer para partilhar, um jornal só faz sentido se informar, e é na informação que apostamos, dando a conhecer diferentes formas de ver, de sentir, acompanhando o evoluir da sociedade, dedicando especial atenção aos mais fracos. Este jornal pertence a uma Instituição de Solidariedade Social e sempre se pautou pela defesa dos desprotegidos, pela defesa dos direitos do Homem, pela liberdade e independência de qualquer poder, privilegiando um verdadeiro sentido de partilha e colaboração.

    Sabemos que temos leitores conhecedores e capazes de comunicar com saberes, com as suas críticas, com conhecimento de casos e situações que nos escapam. Porque não partilhar essa informação através de “A Voz de Ermesinde”?

    Este é o lugar de vivências e partilhas, vamos continuar e convidar pessoas e amigos que com as suas vidas, os seus trabalhos, as suas pesquisas, contribuam para alargar conhecimentos, debater ideias, enfim criar vivências e partilhá-las com os nossos convidados e leitores.

    O Jornal precisa com urgência que os nossos assinantes e anunciantes ponham as suas contas em dia, todos nós somos responsáveis pela continuação deste jornal, é preciso divulgar junto dos nossos amigos “A Voz de Ermesinde”.

    Nós continuaremos, agora na feira velha, a trabalhar com entusiasmo e a tratar com muito carinho “A Voz de Ermesinde”.

    Na feira com o nosso produto, um jornal ao vosso dispor…

    Por: Fernanda Lage

     

    Outras Notícias

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.