Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-03-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 10-12-2009

    SECÇÃO: Destaque


    MOSTRA INTERNACIONAL DE TEATRO 2009

    Memórias de um homem do mundo

    “Ptolomeu e a sua Viagem de Circum-Navegação” é uma peça singular, logo pelo inusitado de ser um texto de autor cabo-verdiano.

    E que texto!

    Simulando debruçar-se sobre a vida amorosa de um marinheiro, num tom que percorre com muita delicadeza uma travessia da comédia até ao drama, a obra discorre sobre muitas outras coisas, como a amizade do narrador pelo velho marinheiro, hoje corroído pelo álcool e à beira da morte (que efectivamente vem a ocorrer), pela história das ideologias que vão pontuando as paragens por onde passa, entre a xenofobia de um alemão arrogante e as falsas promessas de equidade de uma nomenklatura que apregoa um mundo onde, afinal, uns continuam a ser mais iguais que outros.

    Fotos URSULA ZANGGER
    Fotos URSULA ZANGGER
    Texto belíssimo, sem dúvida, e uma encenação coerentemente frugal, a evitar cair no rodopio da multiplicidade dos cenários da narração, que se dispersa por paragens tão diversas percorridas por um jovem negro saído das ilhas, paragens como o porto de Roterdão, na Holanda ou a inóspita, longínqua e gélida URSS, a temperada Espanha ou os bas fonds do tango argentino, ou ainda as paragens quentes do seu Cabo Verde natal ou do Brasil tropical. Quentes pelo clima, e quentes também pelos corpos das mulheres que Ptolomeu amou.

    O texto tem na peça um papel crucial, correndo do picaresco ao poético, e do circunstancial até mesmo ao socialmente crítico.

    A cenografia é pobre, bem adequada à portabilidade.

    Mas talvez tudo isso se pudesse perder sem a interpretação luminosa dos actores. Valdemar Santos está muito bem, mas o cabo-verdiano Flávio Hamilton é soberbo na forma como compõe a figura de Ptolomeu Rodrigues ou as outras que também vai encarnando.

    Se já não bastasse a agilidade e fluidez de um gato de que dá mostras no seu trabalho corporal, Hamilton desdobra a sua voz dos registos mais agudos e cómicos aos do drama da doença e da morte anunciada, não esquecendo a voz do ébrio por que também passa.

    Com estas interpretações a peça pode dispensar uma cenografia pesada e admite--se pode até despojar-se ainda mais para se concentrar no mais essencial, fazer cintilar o texto de Tchalê Figueira.

    foto

    FICHA TÉCNICA

    “PTOLOMEU E A SUA VIAGEM DE CIRCUM-NAVEGAÇÃO”

    Texto: Tchalê Figueira.

    Dramaturgia e encenação: José Leitão.

    Interpretação: Flávio Hamilton e Valdemar Santos.

    Direcção de Movimento e Sonoplastia: Tilike Coelho.

    Espaço Cénico: José Leitão, Fátima Maio e José Lopes.

    Desenho de Luz: Leunam Ordep.

    Por: LC

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.