Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-03-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-04-2009

    SECÇÃO: Destaque


    Afonso Lobão, candidato socialista à edilidade valonguense, aposta na «mudança»

    "Comigo Valongo vai ser um Concelho respeitado!"

    Afonso Lobão, candidato do PS à presidência da Câmara Municipal de Valongo assumiu durante o jantar de comemoração dos 35 anos do 25 de Abril, ser portador de um projecto «mobilizador e potenciador de diálogos». O dirigente socialista defendeu a ideia de que o concelho de Valongo tem condições ímpares para ser a capital ecológica da Área Metropolitana do Porto, destacando dois projectos emblemáticos: o primeiro apontando para a reflorestação e a classificação de paisagem protegida para as serras de Santa Justa, Pias e Castiçal, o segundo versando a requalificação e renaturalização das bacias hidrográficas dos rios Leça e Ferreira.

    Foto SÉRGIO BESSA
    Foto SÉRGIO BESSA
    Perante uma plateia de cerca de 500 pessoas, entre as quais se destacava o ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, Vieira da Silva, Afonso Lobão ressalvou o desejo de construir uma nova imagem da Câmara, «mais transparente, mais participativa e mais próxima dos cidadãos».

    «Não serei um presidente de gabinete, mas um presidente presente, descentralizador para as juntas de freguesia, mobilizador da qualidade e da excelência. Comigo, Valongo vai ser um concelho respeitado, porque vai ter um projecto de desenvolvimento e uma visão estratégica de futuro», sustentou.

    Num discurso que arrancou muitos aplausos junto dos militantes socialistas presentes no jantar-convívio realizado no Centro Social de Ermesinde, Afonso Lobão falou também da importância do desenvolvimento de uma cultura que «crie emprego e valorize o trabalho», sublinhando a necessidade de qualificação e do domínio das novas tecnologias de informação e comunicação e «o apoio técnico a empresas e outras organizações, sobretudo às de pequena dimensão».

    O candidato à cadeira da presidência da Câmara Municipal de Valongo quer, de uma vez por todas colocar o concelho no mapa político da região. E lembra que o cenário actual é desfavorável.

    «Actualmente Valongo não existe, não tem voz, não é um parceiro credível da Área Metropolitana do Porto (AMP). Somos o único concelho que após o Polis não apresenta qualquer projecto consistente e credível. Os nossos índices de desenvolvimento são bastante baixos. Inverter esta situação é uma das prioridades do candidato socialista. «Quero recuperar a nossa afirmação como parceiro estratégico e importante na dinamização de projectos regionais e locais no âmbito da AMP.

    Comigo, Valongo vai ser um concelho respeitado, porque vai ter um projecto de desenvolvimento e uma visão estratégica de futuro». Outra ideia ainda: «A minha gestão promoverá a participação dos cidadãos e a cooperação institucional e com os agentes locais na definição dos objectivos e prioridades municipais».

    Afonso Lobão não esquece o plano social, área a que «é bastante sensível». Um concelho solidário com respostas sociais válidas, é outro dos desafios, bem como o apoio real, às ambições dos jovens e as situações pontuais dos menos jovens. «A inserção de jovens e o envelhecimento da população são problemas que, pelas suas pesadas implicações económicas e sociais, constituem importantes desafios para o nosso futuro. Impõem-se, por isso, e desde já , a preparação de estratégias que possam criar novas expectativas para os nossos jovens e apoiar os nossos menos jovens nas situações de solidão, isolamento, insegurança e pobreza».

    E uma promessa final: «A minha gestão promoverá a participação dos cidadãos e a cooperação institucional com os agentes locais na definição dos objectivos e prioridades municipais».

    Por: Juliana P. Silva

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.