Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-06-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-03-2009

    SECÇÃO: Tecnologias


    A memória do rato

    Linux não é software livre – acusa Stallmann

    O pai do movimento do software livre, Richard Stallman, durante a palestra que ministrou no Medialab Prado de Madrid, criticou a Microsoft e a Apple como representantes de uma indústria que quer impor a ditadura dos programas privados.

    Os fabricantes de telemóveis também sofreram a ira de um Stallman que inclusivamente se nega a ter um. Mas o pior ficou para Linus Torvalds e a sua criação, o Linux. «Linus Torvalds está contra os valores do software livre (…), não é justo que o trabalho que vimos fazendo há 25 anos se atribua a alguém [em referência a Torvalds] que está contra os valores do software livre», acusou Stallman sob silêncio dos espectadores.

    Fontes: http://www.publico.es/ciencias/206550/stallman/linux/software/libre e http://softlibre.barrapunto.com/softlibre/09/03/05/0818255.shtml

    Nova licença Creative Commons 0

    A Creative Commons apresentou um novo tipo de licença que não impõe restrição de nenhum tipo: Creative Commons 0 (zero). Essencialmente, a CC0 permite pôr um trabalho em domínio público de tal forma que nem quem o tenha criado nem nada que use terá direitos do mesmo, que continuará a ser do domínio público.

    Fontes: http://wiki.creativecommons.org/CC0 e http://barrapunto.com/articles/09/03/03/1658247.shtml

    Linux Foundation compra Linux.com

    A Linux Foundation acaba de comprar o Linux.com do Sourceforge Inc. (o pai corporativo do Slashdot).

    A Linux Foundation (empregador de Linus Torvalds) vai controlar o editorial e a direcção de comunidade do site, o Sourceforge continuará a fornecer as propagandas no mesmo.

    Fontes: http://linux.com e http://slashdotptbr.blogspot.com/2009/03/linux-foundation-compra-linuxcom.html

    Novidades para utilizadores de placa de vídeo Intel e Nvidia no Fedora 11

    Para aqueles que não têm placas da ATi e ainda são amantes do boot com Plymouth, há uma possível boa notícia. Com o driver da Nvidia do projecto Nouveau lançado com sucesso, o Projecto Fedora poderá suportá--lo como default nas instalações, mas pelos vistos ele não entrará na árvore do kernel a tempo do lançamento do Fedora 11.

    Sendo assim, os desenvolvedores estão a pensar em desenvolver um patch para possibilitar isso, porém seria necessário a opção nouveau.modeset=1 na linha do Grub para que o suporte seja disponibilizado.

    Fonte: http://www.noticiaslinux.com.br/nl1236019448.html

     

    Outras Notícias

    · Porto – nasceu o Hacklaviva

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.