Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-06-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-03-2009

    SECÇÃO: Local


    CDU/Valongo visitou a ETAR de Ermesinde

    Fotos MANUEL VALDREZ
    Fotos MANUEL VALDREZ
    Encabeçada por José Caetano, deputado municipal, e pela vogal do executivo da Junta de Freguesia de Ermesinde (JFE) Sónia Sousa, uma comitiva da CDU/Valongo esteve de visita no passado dia 6 de Março à ETAR de Ermesinde. Recebidos pelos responsáveis técnicos da infra-estrutura – gerida pela Veolia – os comunistas pretenderam com esta visita conhecer melhor e avaliar o funcionamento da mesma, procurando igualmente obter uma informação adicional sobre o processo em curso da limpeza do rio Leça. O nosso jornal acompanhou de perto parte da visita guiada, tendo no final da mesma os dois membros da CDU atrás citados elaborado um pequeno comentário daquilo o que viram. Começariam por focar o facto de que a questão da sensibilização ambiental em torno da Corrente Rio Leça – nome dado ao projecto de despoluição do rio – ainda se encontrar muito pouco divulgado junto da população, uma vez que são muitas as pessoas que desconhecem do que se trata. Isto quando a Veolia procede, desde há largos meses a esta data, a uma fiscalização das habitações da freguesia de modo a perceber se estas estão ou não correctamente ligadas à rede pública de saneamento. Apesar das diversas e constantes campanhas em escolas, da propaganda – embora que interna, na óptica dos comunistas –, passe a expressão, realizada pela JFE e Câmara Municipal, da existência de um sítio na internet actualizado, contendo todos os pormenores informativos do que é, e como está a evoluir o projecto, a CDU sublinha que o mesmo não é alvo de uma divulgação/explicação “universalizada”.

    Denunciariam ainda outro facto, o das margens do rio estarem novamente inundadas de lixo. Na questão ambiental criticariam a JFE, denunciando que esta entidade tem um projecto de sensibilização ambiental, o qual permanece há já bastante tempo fechado na gaveta! Frisariam igualmente a necessidade de se começar a pensar rapidamente na construção de uma nova ETAR, pois a actual estrutura, que abrange as freguesias de Ermesinde e Alfena, caminha a passos largos para a incapacidade de dar vazão ao tratamento das águas resíduais das duas freguesias, isto em consequência do rápido alargamento habitacional que Alfena está a ter.

    foto
    Sublinhando que nada têm a apontar ao trabalho da Veolia desde que esta empresa ganhou a concessão das Águas de Valongo, a CDU teceu duras críticas sim à Câmara de Valongo pela forma como esta concedeu esta concessão. Neste ponto referiram que como empresa – privada - que é, a Veolia está neste negócio para obter lucros, e contrariamente ao modo de actuação de uma empresa pública, lembrando neste caso os SMAS, esses lucros são para a empresa e não aplicados ao serviço da população, como acontecia com os SMAS. Ou seja, não há um retorno do investimento feito pelos contribuintes.

    Diga-se ainda que esta visita foi integrada no mandato aberto sobre “Desenvolvimento Ambiental” que a CDU está a desenvolver no Concelho de Valongo e que terá um dos seus pontos altos no próximo dia 21 de Março, com uma conferência subordinada ao tema “Rio Leça”, a qual será realizada no auditório da JFE e contará com a presença do hidrobiólogo Adriano Bordalo e Sá.

    Por: Miguel Barros

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.