Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-09-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 28-02-2009

    SECÇÃO: Desporto


    FUTEBOL - CAMPEONATO DISTRITAL DA 1ª DIVISÃO - SÉRIE 1 - 24ª JORNADA

    Regresso às vitórias!

    Foto MANUEL VALDREZ
    Foto MANUEL VALDREZ
    Excelente tempo para a prática do futebol no Estádio de Sonhos, no passado dia 15 de Fevereiro, com as bancadas a darem um ar da sua graça com a presença de bom número de adeptos ermesindistas.

    A equipa do Ermesinde entrou na partida com bons lances de cariz ofensivo, provocando algumas dificuldades ao guardião contrário, Bruno, um dos mais perigosos da turma da casa nos primeiros 45 minutos, a conseguir, logo nos instantes iniciais, provocar perigo com um remate bem colocado que Miguel conseguiu defender para a frente, tendo-se a bola perdido, na sequência do lance, pela linha final. A equipa do Desportivo de Portugal começou, após os instantes iniciais, a aparecer aos poucos em jogo, principalmente através do seu atacante Bicas, que mostrou possuir um bom remate, criando muito perigo por duas vezes, pondo à prova o guarda-redes da casa, Guimarães.

    Aos 26 minutos, o Ermesinde perdeu o seu lateral esquerdo, Marcos, por lesão, sendo substituído por Paulo, que iria ser decisivo no desenrolar do encontro. Até ao final da primeira parte, apenas mais uma ocasião de golo para cada lado, com Costa, pelo Ermesinde, a rematar forte para defesa de Miguel, e Leonel, pela equipa portuense, através de um livre descaído para a lateral, a fazer a bola passar a poucos metros da baliza da casa. 0-0 ao intervalo numa primeira parte em que ambas as equipas se bateram bem, sem, no entanto, nenhuma conseguir abrir o marcador.

    Com a chegada da segunda parte, a equipa da casa pareceu entrar com maior fulgor e iniciou o jogo com uma mão cheia de remates, embora nenhum com real perigo. Aos 65 minutos, uma oportunidade de ouro para o Ermesinde, por intermédio de Paulo que, incrivelmente, falhou frente à boca da baliza, tendo o remate saído longe do poste. Costa, aos 74, através de um remate de fora da grande área poderia também ter aberto o marcador, mas Miguel fez a defesa da tarde, evitando, desta forma, a inauguração do marcador.

    A equipa anfitriã parecia diferente da primeira parte, talvez devido ao discurso inspirador do técnico José Cunha ao intervalo. Estavam decorridos 77 minutos do encontro, quando Flávio, numa das suas típicas arrancadas laterais deixou dois adversários para trás e cruzou para Paulo que, já na pequena área, não teve problemas em facturar.

    Até ao final do encontro nova oportunidade para o Ermesinde, através de uma grande penalidade bem assinalada sobre Flávio. Gustavo, na conversão, permitiu a defesa do guarda-redes portuense através de uma defesa de bom nível. Regresso pois às vitórias da equipa do Ermesinde, que fez uma segunda parte de luxo. A equipa de arbitragem esteve bem.

    Por: Luís Dias

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.