Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-03-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 10-12-2008

    SECÇÃO: Destaque


    REUNIÃO DA JUNTA DE FREGUESIA DE ERMESINDE

    Nova Unidade de Saúde de Ermesinde continua a ser alvo de críticas

    Na reunião da Junta de Freguesia de Ermesinde (JFE) realizada no passado dia 3 de Dezembro não houve grandes novidades no que diz respeito a novos problemas existentes em Ermesinde.

    Voltou-se à questão dos problemas que persistem no Centro de Saúde e discutiu-se a reabilitação do Mercado Municipal constantemente adiada.

    De resto o presidente informou que alguns problemas verificados em várias vias da cidade já estão a ser solucionados.

    Fotos MANUEL VALDREZ
    Fotos MANUEL VALDREZ
    A última reunião da Junta de Freguesia de Ermesinde (JFE) começou, como é habitual, com a prestação de informações pelo presidente. Artur Pais comunicou ao Executivo que brevemente se iria proceder à colocação de recipientes para recolha do lixo no apeadeiro da Palmilheira e à instalação de iluminação na Rua Vilar de Matos. Também comunicou que os passeios da Rua de Moçambique iriam sofrer beneficiação. O presidente deu ainda a conhecer os pedidos de verbas por parte das escolas, e por fim, colocou em discussão os vários pedidos de cedência do auditório da JFE.

    Como não houve intervenções por parte do público, tomou a palavra a Oposição. Almiro Guimarães fez uma breve intervenção sobre o trabalho que a Lipor tem vindo a desenvolver. Recentemente o membro da bancada do PS referiu que esta empresa já há muito que prometeu colocar ecopontos em vários pontos do concelho e nesta altura ainda não terminou essa tarefa. Almiro Guimarães sublinhou que há pouco tempo teve conhecimento de que a Lipor estaria a desenvolver um projecto de recuperação de electrodomésticos e criticou este acumular de tarefas sem terminar por completo nenhuma delas.

    Seguiu-se Artur Costa, que começou a sua intervenção fazendo alguns reparos à posição que Artur Pais tem mantido relativamente à nova unidade de saúde, que há pouco tempo entrou em funções, em Ermesinde. Referindo que o presidente poderia empenhar-se mais um bocadinho neste assunto. Artur Costa sublinhou o caso da rua ascendente em direcção ao Centro de Saúde, cuja circulação nunca mais é alterada para sentido único, tarefa já há muito prometida pela Câmara Municipal de Valongo. Outro dos problemas apontado pelo membro da bancada do PS foi a falta de ar condicionado na nova unidade de saúde.

    Finalmente Artur Costa voltou a falar em problemas já antigos. Por exemplo o abrigo de passageiros em Sampaio, a necessitar de intervenção, e as constantes descargas que continuam a poluir o rio Leça.

    Alcina Meireles começou a sua intervenção referindo a necessidade de fazer chegar às escolas e às livrarias o livro recém-editado de Jacinto Soares.

    E por fim, chamou a atenção para problemas já abordados por si em reuniões anteriores, como sendo a necessidade de limpeza de várias ruas da cidade, bem como passagens de interior. Abordou também a questão do mercado municipal: «O presidente da Câmara disse, aquando da Assembleia Municipal que decorreu em Ermesinde, que em 18 de Julho, deste ano, tinha adjudicado a obra à Ordem dos Arquitectos para um concurso de ideias, mas Sofia de Freitas já me tinha dito que o presidente da CMV já tinha enviado o pedido à Ordem dos Arquitectos, em Maio passado», declarou Alcina Meireles.

    Sónia Sousa interveio logo de seguida e reclamou a urgência de execução de obras na Rua Rodrigues de Freitas. A representante da CDU apresentou também uma proposta de regulamento para a cedência do auditírio da JFE e questionou a presidente acerca da data de abertura da biblioteca da Junta. Alertou também para a necessidade de comprar os livros pedidos pelas escolas

    AS RESPOSTAS

    DO PRESIDENTE

    foto

    Quanto à intervenção na Rua Rodrigues de Freitas, Artur Pais informou que só em 2009 será concretizada, segundo informações da CMV. A data de abertura da biblioteca da JFE foi levada a discussão e ficou marcada para o dia 5 de Janeiro de 2009. Finalmente seguiu-se a Ordem do Dia onde o Executivo procedeu à aprovação de actas e à discussão dos apoios que a Junta irá prestar a um projecto apresentado pelos alunos do Agrupamento Vertical das Escolas de S. Lourenço.

    Por: Teresa Afonso

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.