Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-12-2018
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-09-2008

    SECÇÃO: Destaque


    MAGICVALONGO 2008 – 17ª EDIÇÃO

    A cerimónia de encerramento da universidade do ilusionismo português...

    foto
    À semelhança de anos anteriores o Auditório António Macedo (em Valongo) acolheu na manhã de 28 de Setembro a cerimónia de encerramento do MagicValongo de 2008. Com a maior parte dos participantes do evento reunidos, a organização procedeu à entrega de prémios desta 17ª edição. Antes, no entanto, tiveram lugar os habituais discursos de agradecimentos e de despedida proferidos pelos membros da Comissão Organizadora do certame e pelo representante da Câmara de Valongo, neste último caso o vereador Mário Duarte. Representante autárquico que começou por destacar o facto de o MagicValongo ser, nos dias que correm, um evento cultural que há muito extravasou o concelho valonguense. Definiu o festival como um marco cultural do nosso concelho, atribuindo os louros desse prestígio alcançado não só aos elementos da Comissão Organizadora como também à própria autarquia – co-organizadora do MagicValongo desde a 1ª edição – que vive sempre com muito fervor este acto cultural. A terminar a sua breve intervenção Mário Duarte lembrou que, para o ano, o MagicValongo cumprirá a sua 18ª edição, atingindo por isso a maior idade, «e todos juntos vamos fazer dele o maior MagicValongo de sempre», rematou o vereador antes de agradecer a participação de todos e endereçando desde logo o convite a todos eles para que voltem em 2009.

    Posteriomente seriam divulgados então os premiados desta 17ª edição, sendo que, na categoria de close-up a “classificação” ficou ordenada da seguinte forma: 1º Michael, 2º Eduardo, 3º Daniel. Já na vertente de palco apenas foram atribuídos prémios aos 2º e 3º classificados – não havendo no entender do júri alguém merecedor, por assim dizer, do 1º Prémio -, respectivamente Mário Daniel e o Mago Jim.

    A PALAVRA

    DOS ORGANIZADORES

    Ño final desta cerimónia o nosso jornal trocou algumas palavras com um dos membros da Comissão Organizadora, António Cardinal, que começou por agradecer publicamente o apoio indispensável da Câmara de Valongo na sempre difícil missão de levar a cabo um evento desta dimensão. No seu entender o MagicValongo tem crescido de ano para ano de uma forma impressionante, não tendo a mínima dúvida de que é já, neste momento, o maior evento de ilusionismo que se realiza anualmente no nosso país e um dos melhores a nível mundial. A prova disso é a adesão de cada vez mais ilusionistas provenientes dos quatro cantos do Mundo. Este ano estiveram presentes no festival 220 ilusionistas vindos de países como França, Espanha, Alemanha, Brasil, Argentina, Estados Unidos da América, Japão, e claro está, o nosso Portugal.

    António Cardinal afirma vincadamente que o MagicValongo é actualmente a grande universidade do ilusionismo em Portugal, citando entre outros o nome do campeão do mundo de cartomagia, Hélder Guimarães, como um dos “alunos” saídos da “Universidade MagicValongo”.

    A terminar, uma última nota para reforçar ainda mais a ideia de que o MagicValongo é indiscutivelmente um dos grandes festivais de magia do Mundo, que se prende com o facto de, no dia 23, o presidente da entidade máxima do ilusionismo planetário, a FISM (Fédération Internationale des Sociétés Magiques), de seu nome Li Jiam, se ter deslocado propositadamente a Valongo para cumprimentar todos os participantes, assim como a organização.

    Por: Miguel Barros

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.