Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 20-07-2022
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 20-09-2008

    SECÇÃO: Desporto


    FUTEBOL - CAMPEONATO DISTRITAL DA 1ª DIVISÃO - SÉRIE 1 - 2ª JORNADA

    Perto da vitória!

    Foto ARQUIVO MANUEL VALDREZ
    Foto ARQUIVO MANUEL VALDREZ
    Tarde quente de domingo (14 de Setembro) a acompanhar o regresso ao Estádio dos Sonhos da 1ª Divisão Distrital da Associação de Futebol do Porto.

    Começaram melhor os jogadores do Ermesinde que, numa série de jogadas de bom futebol, conseguiram ameaçar a baliza defendida por Dourado, no entanto, sem concretizarem no momento do remate.

    À passagem do primeiro quarto de hora de jogo foi a equipa visitante que poderia ter-se adiantado no marcador quando Cassamá, na sequência de um pontapé de canto, cabeceou um pouco mais alto do que se impunha tendo a bola passado por cima da barra da baliza ermesindista.

    Na resposta, a equipa da casa, em contra-ataque, consegue isolar Faria que, sozinho, na área adversária, remata cruzado e a bola sai pela linha de fundo, não tendo ficado muito longe do poste esquerdo.

    Ao minuto 22, ocorreu o lance de maior perigo da partida quando, de novo, Cassamá, com um remate de grande potência, atinge a barra da baliza do Ermesinde com o guarda-redes Vítor ainda a tocar na bola, tendo esta saído pela linha final. Até ao fim da primeira parte, o Ermesinde tomou conta do jogo, procurando a vitória, tendo as pretensões da equipa da casa esbarrado no que já prometia ser uma grande exibição do guarda--redes Dourado.

    O Ermesinde poderia ter mesmo fechado a primeira parte com chave de ouro, quando após um excelente cruzamento da direita, Flávio, em posição de fazer golo, se deixou antecipar por um defesa do Senhora da Hora. Primeiro tempo equilibrado, com maior pendor para a equipa dos Sonhos que, ao fim dos 45 minutos iniciais, já merecia estar em vantagem.

    No reinício da partida, o Ermesinde tentou dar continuidade ao futebol praticado no fim da primeira parte, e com sucesso, tendo mesmo, ao minuto 52, marcado o primeiro golo do jogo por intermédio de Fábio Jorge, através de um lance de bola parada. Este, na grande área, correspondeu da melhor maneira, cabeceando para o fundo das redes.

    A resposta visitante não se fez esperar e, três minutos após o primeiro golo, a equipa do Senhora da Hora repõe novamente a igualdade. Desta feita, coube a Alves, também através de um lance de bola parada, bater o guardião Vítor.

    Com o desenrolar do jogo a equipa do Ermesinde voltou a procurar o golo e esteve perto de o conseguir novamente por Fábio Jorge que, após ludibriar um adversário conseguiu um remate colocado, junto ao poste, tendo a bola saído um pouco ao lado deste.

    Até ao fim do jogo, o Ermesinde foi a única equipa que procurou a vitória, tendo feito, inclusive, boas jogadas de cariz atacante, mas falhando, mais uma vez, no capítulo da concretização.

    Arbitragem sem erros significativos.

    Na próxima ronda a equipa orientada por José Cunha viaja ao reduto do actual comandante desta prova, o Guilhabreu.

    Por: Luís Dias

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.