Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-12-2019
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-05-2008

    SECÇÃO: Desporto


    CICLISMO

    Sobradense Marco Cunha venceu Taça de Portugal

    Marco Cunha, ciclista da Casactiva/Quinta das Arcas/Aluvia/União Ciclista de Sobrado, sagrou-se, no passado 1 de Maio, vencedor da Taça de Portugal para equipas do escalão Sub-23, ao ganhar a última etapa da competição disputada em Setúbal, na extensão de 134,1 quilómetros. Numa tirada extremamente dura, o jovem corredor da formação de Sobrado voltou a estar em excelente plano, impondo-se categoricamente a João Benta (SM Feira/E. Leclerc/Moreira Congelados) e a Jorge Torre (Bretesscar/Gessical/ACR Ventosa), segundo e terceiros classificados respectivamente.

    À partida para esta derradeira tirada da taça, a tarefa de Cunha não se avizinhava nada fácil, tanto mais que a vantagem do líder Daniel Mestre (Tavira/Palmeiras Resort) tinha um certo peso, ainda por cima tratando-se de um ciclista de eleição. Mas a Casactiva//Quinta das Arcas/Aluvia/UCS voltou a revelar a garra evidenciada há poucos dias, quando venceu de forma categórica a Volta às Terras de Santa Maria/Troféu Fernando Mendes, batendo de forma incontestável os seus adversários, nomeadamente a equipa da SM Feira/E. Leclerc/ /Congelados, dessa forma derrotada na sua própria casa.

    Levada pelo entusiasmo e pela classe dos seus corredores – é visível que o conjunto orientado por José Barros ascendeu a um nível competitivo mais de acordo com a valia dos seus atletas –, a Casactiva/Quinta das Arcas/Aluvia/UCS controlou a corrida de forma a desgastar o seu concorrente mais directo, onde pontificavam Daniel Mestre e o Benfica, última equipa esta que tinha em Márcio Barbosa um potencial candidato ao triunfo final nesta quinta e última prova da Taça de Portugal.

    Na classificação geral final por pontos Marco Cunha foi então o grande vencedor da prova organizada pela Federação Portuguesa de Ciclismo, com um total de 235 pontos, secundado pelo benfiquista Márcio Barbosa, com 230 pontos, e pelo tavirense Daniel Mestre, com 210 pontos.

    A FELICIDADE

    DO CAMPEÃO

    O novo campeão da Taça de Portugal não escondia a sua felicidade depois de assegurar a conquista do troféu, referindo: «Estou muito feliz por mais este triunfo, mas tenho de destacar a importância dos meus colegas de equipa na corrida, pois sem eles por certo que não chegaria aqui. Da mesma forma, agradeço aos patrocinadores da Casactiva/Quinta das Arcas/Aluvia//UCS o esforço que têm vindo a fazer para levar de vencida um projecto tão credível e tão reconhecido, nomeadamente em Valongo, onde as pessoas vivem o ciclismo de forma apaixonada.

    Daqui para a frente só podemos prometer ainda mais trabalho, pois dispomos de uma equipa capaz de lutar pelo triunfo em todas as frentes em que está envolvida», frisou o ciclista da formação de Sobrado.

    Por: AVE/Vaz Mendes

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.