Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-11-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-04-2008

    SECÇÃO: Local


    DIA DE SÃO JORGE E DIA PAROQUIAL DO DOENTE

    Sempre alerta para servir

    Dia 23 de Abril é o dia de São Jorge, Patrono dos Escuteiros, porém como esse dia calha em 2008 num dia da semana, realizou-se a festa no dia 20 de Abril comemorando-se assim mais um tão afamado "Dia de São Jorge", no qual participaram os escuteiros da Região do Porto, sendo este ano realizado nas Terras de Santa Maria da Feira. Como tal, o Agrupamento VII também não podia faltar a esta efeméride e, para isso, fez-se representar por todas as secções.“Foi um dia que começou muito cedo para todos, pois estava marcado o ponto de encontro na sede, às 06h45, a fim de partirem num autocarro de 63 lugares e num outro de mais ou menos 20 lugares às 07h00 da Igreja. Partida essa que se atrasou e só se realizou por volta das 07h15m, saindo todos os elementos muito entusiasmados e contentes apesar de estar um dia chuvoso, mas havia uma tarefa a cumprir que era a de se realizar a festa do Patrono e também havia que "matar o Dragão" . “Porém neste dia houve mais actividades na nossa paróquia, na qual o Núcleo da FNA se fez representar bem como o CNE esteve representado pelo Chefe Adriano. Era dia de festa, sim, festa para alguns "jovens" e não só, pois mais uma vez se realizou o "Dia Paroquial do Doente", com a realização de uma“cerimónia a cargo do nosso pároco Cónego João Peixoto, e de dois missionários da Consolata. Antes mesmo da cerimónia houve que se colaborar com a chegada dos diversos "jovens", uns vindo pelos seus próprios meios, outros transportados pelos Bombeiros de Ermesinde, outros ainda transportados pelo Centro Social de Ermesinde. Lá foram chegando e tinham à chegada o apoio do Grupo de Jovens da nossa Paróquia, FNA, CNE e demais voluntários para os ajudarem a sentirem-se em família sendo recebidos com um sorriso. “A tarde deste domingo acabou com um lanche quentinho, servido na Cripta, para aquecer as diversas Almas, num dia frio e chuvoso e com a actuação do Grupo de Cavaquinhos para alegrar ainda mais os participantes, não deixando de haver um pé de dança para quem podia, assim como também não é de esquecer a distribuição de uma rosa e um terço pelo nosso Pároco a todos os participantes. “

    Por: João Areias*

    *FNA - Ermesinde

    "Sempre Alerta para Servir"!

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.