Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-09-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-04-2008

    SECÇÃO: Destaque


    COMEMORAÇÕES DO 25 DE ABRIL

    Escola Secundária recebeu José António Gomes

    Foto MANUEL VALDREZ
    Foto MANUEL VALDREZ
    As comemorações do 34º aniversário do 25 de Abril tiveram início, no auditório da Escola Secundária de Ermesinde, no dia 24, com um debate tendo como convidado o professor, escritor e poeta José António Gomes.

    Realizou-se também um concurso de cartazes alusivos à efeméride com a respectiva entrega de prémios aos trabalhos que se destacaram.

    Perante um auditório repleto de alunos, José António Gomes começou por dissertar sobre um romance em prosa rimada que retratava a história de Portugal antes e depois do 25 de Abril. A partir daí surgiram as perguntas e deu-se início ao debate sobre «a data mais importante de Portugal contemporâneo», no entender de José António Gomes. Aqui a revolução durou apenas uma tarde, mas deve ter bastado para cumprir o objectivo – “chamar os jovens para a celebração da Liberdade”.

    O escritor referiu a importância que teve a revolução de Abril, no entanto chamou a atenção para as lacunas ainda existentes no sistema actual. «Trinta e quatro anos após o 25 de Abril a liberdade e a democracia estão mais ou menos implantadas, porém a justiça social e económica está longe disso», referiu.

    José António Gomes é professor na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto e fundou e dirigou a revista “Malasartes” – cadernos de Literatura para a infância e Juventude. Foi colaborador permanente do “Expresso”, da revista galega “Fadamorgana” e tem artigos dispersos em publicações diversas, nacionais e estrangeiras, nos domínios da história e da crítica literárias. Das suas obras publicadas destacam-se: “A Poesia na Literatura para a Infância” e “Infância e Apelo do Mar”.

    Com o nome literário João Pedro Mésseder, organizou a Antologia Poética de Carlos de Oliveira “A Leve Têmpora do Vento”, e publicou livros de poesia, por exemplo: “Ordem Alfabética” e “A Cidade Incurável”. Das suas obras para crianças destacam-se: “Versos com Reversos”, “De que Cor é o Desejo?”, “O Aquário” e “Palavra que Voa”.

    ATRIBUÍDOS

    PRÉMIOS

    DO CONCURSO

    DE CARTAZES

    Cartaz ao qual foi atribuído o 1º prémio
    Cartaz ao qual foi atribuído o 1º prémio

    Estiveram também presentes no encontro com José António Gomes, o presidente da Junta de Freguesia de Ermesinde, Artur Pais, e Alcina Meireles, que presidiram ao concurso de cartazes.

    No final da cerimónia foram distinguidos os alunos premiados.

    Em primeiro lugar ficou Ana Claúdia Silva Almeida.

    A segunda posição foi ocupada por um trabalho de grupo de alunos do Agrupamento Vertical da Escola D. António Ferreira Gomes – Micael Emanuel Pinto Silva, Ricardo Joel Sousa Sebastião, Bruna Filipa Ferreira de Barros e Diana Claúdia de Sousa Pértiga.

    O terceiro lugar foi atribuído a Maria João Rebelo.

    Foram também fornecidos diplomas de participação aos restantes concorrentes, cujos cartazes se encontram expostos na sede da Junta de Freguesia de Ermesinde.

    Por: Teresa Afonso

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.