Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-09-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-04-2008

    SECÇÃO: Destaque


    Anunciadas algumas iniciativas comemorativas no brinde aos 50 anos e 800 números de “A Voz de Ermesinde”

    Num pequeno encontro comemorativo, que juntou, na passada segunda-feira, dia 28 de Abril, Redacção e colaboradores do nosso jornal, membros dos órgãos dirigentes do Centro Social e os nossos autarcas mais próximos – o presidente da Câmara Fernando Melo, o presidente da Junta de Freguesia de Ermesinde, Artur Pais, e o presidente da Assembleia de Freguesia de Ermesinde, Antonino Leite –, a directora de “A Voz de Ermesinde”, Fernanda Lage, anunciou durante as suas breves palavras de saudação aos presentes e de celebração por esta dupla efeméride – “50 Anos, 800 Números” –, um conjunto de iniciativas que deverão decorrer neste ano de 2008. A assinalar a data, a fachada da Redacção de “A Voz de Ermesinde” ostenta agora uma bandeirola a assinalar as referidas efemérides.

    Fotos MANUEL VALDREZ
    Fotos MANUEL VALDREZ
    Em resposta às palavras de regozijo de Fernanda Lage pelo simbolismo da dupla celebração e pela presença dos colaboradores e dos ilustres convidados, o presidente da Câmara, Fernando Melo, usou também da palavra, muito brevemente, para dar os parabéns a “A Voz de Ermesinde”, considerando muito importante a existência de órgãos de imprensa assim, que têm sempre «um papel correctivo».

    Numa saborosa adenda a esta saudação, Fernando Melo, bem humorado e reflectindo o ambiente descontraído e informal da confraternização, acrescentou que é preciso existirem jornais como “A Voz de Ermesinde” para «puxarem as orelhas aos autarcas».

    foto
    Fernanda Lage, na sua breve alocução sublinhou o trabalho dos «colaboradores do jornal, sem os quais este não tinha existência», referiu a importância «fundamental para o estudo da nossa terra de um jornal com 50 anos de actividade», destacando «o empenho na conservação do espólio que ainda resta» e a «preocupação pela sua divulgação».

    «Ao comemorarmos 50 anos e oitocentos números – anunciou a directora – pareceu-nos importante alargar as nossas preocupações a um grupo mais diversificado de pessoas, pelo que preparamos um conjunto de actividades» que irão marcar «de forma positiva e condigna as comemorações das bodas de ouro» de “A Voz de Ermesinde”.

    AMADURECER

    GANHAR VISIBILIDADE

    E REFLECTIR SOBRE

    A IMPRENSA

    REGIONAL

    foto
    «O Jornal pode e deve ser ponto de convergência da informação e divulgação dos acontecimentos mais significativos em torno dos quais os Ermesindenses se empenham», considerou ainda Fernanda Lage, que fundamentou o evento declarando: «Por isso, a Direcção e a Redacção deste jornal quis partilhar de forma simbólica este dia com o grupo de amigos aqui presentes».

    E passando a anunciar algumas das iniciativas em preparação pel’“A Voz de Ermesinde”, avançou: «Contamos com a colaboração de todos e todos podemos contribuir, das formas mais diversificadas para que este ano de 2008 seja um ano de crescimento, de amadurecimento, de visibilidade e reflexão sobre a Imprensa Regional, numa perspectiva regional, nacional e internacional.

    Para isso queremos levar a efeito, no mês de Outubro, um debate que terá como moderador o actual vice-presidente da Radiotelevisão Portuguesa, Eng. José Marquitos e que irá contar com a participação de dois jornalistas portugueses e um espanhol».

    E anunciou ainda o lançamento de uma serigrafia comemorativa e a distribuição nas escolas de colecções de jornais, bem como a transformação de velhas sobras «em objectos culturais».

    E, finalmente, Fernanda Lage anunciou também que se tinha iniciado uma leitura atenta dos números já publicados «de modo a apresentar esse trabalho no fim deste ano».

    foto
    E sublinhando o carácter de rigor desse estudo, precisou o objectivo: «Revisitar o passado com distanciamento e sem paixões. Ler pelo escrito e não pelas intenções. Revisitar tem destas coisas, não analisaremos comportamentos pessoais, mas épocas.

    Aproveitaremos nessa altura para rever memórias, lembrar velhos colaboradores que tantos se empenharam para que este jornal chegasse aos nossos dias. A eles o nosso muito obrigado.

    E continuou depois, alargando a sua saudação inicial: «Queria agora agradecer, a todos, mesmo a todos os que de qualquer modo colaboram na feitura deste jornal, o nosso muito obrigado».

    E finalmente, aos mais chegados: «Aos amigos que estão sempre disponíveis para me ajudar, que vivem comigo o dia a dia desta luta, obrigado!»

    Por: LC

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.