Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-04-2022
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-01-2008

    SECÇÃO: Cultura


    Carvalho (Família das Fagáceas)

    foto
    «... É Janeiro e caminho entre carvalhais, soutos e castiçais, a natureza é generosa e conservou as folhas que caíram no Outono. Neste tapete cor de cobre, com toda a nuance que o tempo lhe dá e os brilhos de um sol envergonhado que brinca às escondidas por entre nuvens e ramos entrelaçados, com pendentes de líquenes cinza esverdeados. Ao cheiro vegetal associa-se um odor a terra húmida, salpicada de flocos de neve que tentam resistir mais uns dias, ou talvez poucas horas…

    Pisar um chão destes é um privilégio, e faço-o nos maiores dos segredos, pé ante pé para que tudo fique como a natureza o quis, como quem espreita uma obra dum artista sem o seu consentimento.

    Os carvalhos estão um deslumbramento, ornados de líquenes, que mais parecem cabeleiras de linho, que a neve salpicou e o sol iluminou».

    As espécies mais comuns no nosso país são: carvalho português ou carvalho cerquinho, carvalho negral ou pardo das Beiras e carvalho roble ou alvarinho.

    Fotos LUÍS LAGE
    Fotos LUÍS LAGE
    Árvores de crescimento lento, a sua lenha é de boa qualidade e dela se pode fazer carvão.

    A sua madeira foi muito utilizada na construção, nomeadamente sob a forma de vigas.

    foto
    As suas bolotas são uma boa fonte de alimento dos porcos da montanha.

    Todos conhecemos os bugalhos mas esses não são frutos, mas sim o resultado de uma reacção à picada de alguns insectos.

    Quanto à sua duração não há como um velho provérbio: «O carvalho leva 300 anos a crescer, 300 anos a manter-se adulto e 300 anos a morrer».

    Por: Fernanda Lage

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.