Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-03-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-11-2007

    SECÇÃO: Local


    Lipor promoveu Jornadas Técnicas Nutrimais, divulgou candidatos seleccionados do Programa Criar e organiza Campo de Férias de Natal

    Foto URSULA ZANGGER
    Foto URSULA ZANGGER
    A Lipor realizou no passado dia 28 de Novembro, as “Jornadas Técnicas Nutrimais”. Estas Jornadas foram dirigidas a prescritores, técnicos agrários e convidados de Organismos Públicos com desempenho na área agrícola.

    A produção do correctivo orgânico Nutrimais utiliza a tecnologia da compostagem em túnel instalada na moderna Central de Valorização Orgânica que a Lipor – Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto construiu para o efeito e que, segundo a empresa é «tecnologia de vanguarda».

    A Central de Valorização Orgânica da Lipor transforma a matéria orgânica recolhida selectivamente em domicílios, restaurantes, unidades agro-industriais e Instalações horto-frutícolas, num correctivo agrícola orgânico «de alta qualidade».

    Segundo a Lipor, a Central de Valorização Orgânica tira partido da máxima automatização no controlo dos processos e no permanente controlo de qualidade, tendo tal representado um investimento, na sua construção, de cerca de 30 milhões de euros.

    Esta unidade industrial pode produzir cerca de 20 000 toneladas anuais de composto, o qual, pode ser apresentado na forma “pulverolento” ou “granulado”, embalado em sacos plásticos de 40 litros, 70 litros ou big bags, comercializado com as designações Nutrimais e Dakele.

    Os compostos estão já disponíveis nos mercados de fornecimento de factores de produção para a agricultura.

    As Jornadas contaram com a presença do director regional de Agricultura e Pescas do Norte, Carlos Guerra, e do presidente do Conselho de Administração da Lipor, Macedo Vieira.

    Durante as jornadas realizou-se uma Mesa Redonda dedicada ao tema “A qualidade dos correctivos agrícolas orgânicos comercializados em Portugal: Interesse para o solo e para as culturas”, na qual participaram José Martino, engenheiro da Lipor, que foi o moderador, Miguel Brito, Professor da ESAPL/IPCV, Cristina Queda, Professora da ISA-UTL, e João Coutinho, Professor da UTAD.

    DIVULGADOS 18

    SELECCIONADOS

    DO PROGRAMA CRIAR

    Entretanto, a Lipor tinha divulgado, no passado dia 12 de Novembro, durante o Evento de Comemoração dos seus 25 anos, os 18 seleccionados no âmbito do Programa Criar.

    Este programa pretende apoiar os cidadãos no lançamento do seu próprio negócio. Promove o acesso a apoio de consultadoria e ao crédito, proporcionando aos projectos recursos essenciais ao desenvolvimento da actividade na fase inicial do seu ciclo de vida.

    O Programa Criar pretende financiar e promover pessoas com iniciativas empresariais viáveis, que tenham especiais dificuldades de acesso a crédito, bem como criar e viabilizar postos de trabalho.

    Em parceria com a Associação Nacional de Direito ao Crédito, a Lipor seleccionou de um universo de 61 propostas, as 18 ideias de negócio que irão beneficiar de acesso a micro-crédito.

    Ao mesmo tempo, uma equipa da Lipor e outra da Associação Nacional de Direito ao Crédito irão trabalhar com estes potenciais empresários, para que as suas ideias possam ser, a breve prazo, um êxito.

    Este projecto pretende assumir-se como uma intervenção destinada a reforçar a participação dos cidadãos no mercado de trabalho, nomeadamente através da criação e consolidação de micro-empresas.

    O Programa Criar é, essencialmente um Programa de Empreendedorismo.

    CAMPO DE FÉRIAS DE NATAL

    Proximamente, a Lipor irá organizar mais um Campo de Férias de Natal, dando, assim continuidade a uma actividade que já promove, desde algum tempo e que tem vindo a ganhar cada vez mais adeptos.

    O Campo de férias é de carácter não residencial e decorrerá entre 17 a 19 de Dezembro. Podem participar jovens com idades entre os 11 e os 15 anos.

    O objectivo é valorizar a ocupação de tempos livres de jovens, com o intuito de incutir nos mesmos, valores que privilegiam o respeito ambiental. Neste sentido, cada uma das actividades definidas procura promover o contacto com a natureza e sensibilizar os jovens para a importância de pequenos gestos.

    A formação integral dos jovens, reforçar os laços de amizade e de intercâmbio, o conhecimento do meio e da realidade e fomentar a cooperação e o trabalho em equipa, são também objectivos que estão na base desta iniciativa.

    Por fim, deixamos alguns exemplos de actividades a ser desenvolvidas e monitorizadas pelos ecoconselheiros da Lipor: Visionarium, workshops científicos, circo, circuitos de reciclagem, parques de aventura, … e muitas outras surpresas!

    Esta iniciativa é mais um passo na política de responsabilidade social da Lipor e de intervenção junto das comunidades locais, nomeadamente dos jovens.

    As inscrições já estão abertas!

    Para mais informações contactar:

    Roberto Cerqueira – 939770252

    Emanuel Monteiro – 939770253

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.