Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-01-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-11-2007

    SECÇÃO: Destaque


    MOSTRA INTERNACIONAL DE TEATRO

    As catacumbas da psique

    Foto URSULA ZANGGER
    Foto URSULA ZANGGER
    Se não tivéssemos gostado, di-lo-íamos com a mesma frontalidade com que nas páginas de “A Voz de Ermesinde” já uma vez comentámos uma produção do Baal 17, curiosamente também uma peça de Nelson Rodrigues, “Beijo no Asfalto”. Desta vez, a produção conjunta com os brasileiros da Vupelculae Produções Artísticas, evita, e bem, uma adaptação forçada, mantendo um registo seguro e contido, que situa a peça integralmente no contexto brasileiro, escapando a uma eventual armadilha “requerida” pelo noticiário criminal português.

    Teatro pobre, com um piano como único adereço cenográfico digno de registo, a peça vive sobretudo do texto e da representação, e é um monólogo intenso, com uma torrente de texto que tem que ser esgrimida de um só fôlego.

    As marcações estão perfeitas – há uma sincronia absoluta a ser exigida pela interpretação da Valsa n.º 6 de Chopin, que dá o nome à peça.

    Telma Saião tem um desempenho irrepreensível, tanto mais notável quanto a uma jovem actriz como ela é, seria desculpável um pequeno deslize, que não tem, na dicção de tão caudaloso texto.

    Movimentação muito precisa em palco, excelente recriação da personagem da adolescente tresloucada e, aqui e ali, do médico que a segue.

    Verdade se diga que o texto de Nelson Rodrigues é meio caminho andado (mas sabe-se no que, por vezes, uma encenação menos cuidada pode dar; aqui esse perigo estava dificultado pelo conhecimento muito bom que o encenador deve ter do texto, pois é filho do próprio dramaturgo). Excelente, cheio de subentendidos, de insinuações, e retratando as voltas delirantes da (des)razão da protagonista.

    Ficha Técnica

    Texto: Nelson Rodrigues

    Encenação: Nelson Rodrigues Filho

    Interpretação: Telma Saião

    Por: LC

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.