Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-07-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-10-2007

    SECÇÃO: Local


    Município de Valongo promoveu comemoração do Dia do Animal

    Foto MANUEL VALDREZ
    Foto MANUEL VALDREZ
    Organizado pela Câmara Municipal de Valongo e pelo Centro Veterinário Municipal, decorreu, na tarde do passado dia 4 de Outubro, no Parque da Cidade de Valongo, a comemoração do Dia do Animal 2007, coincidente, no calendário religioso, com a comemoração de S. Francisco de Assis, que pregou a animais ferozes como se fossem nossos irmãos.

    O evento, que contou com a adesão de umas dezenas de munícipes, teve vários pontos de animação, a saber uma missa de Bênção dos Animais, uma demonstração de cães da GNR, um serviço de tosquia no local – que foi gratuito –e uma feira de adopção de animais.

    A adesão, diga-se, não foi só das pessoas, pois os donos de muitos cães e gatos encarregaram--se de os trazer à comemoração franciscana, perfazendo, eles também um belo número de presenças.

    OBJECTIVO:

    PROPORCIONAR A ADOPÇÃO DE ANIMAIS

    Um dos objectivos desta comemoração era poder arranjar um novo lar para 20 canídeos e 10 felinos que o Centro Veteriinário de Valongo levou ao Parque da Cidade na esperança de despertar impulsos de adopção.

    Ora, os objectivos apontados pela organização foram plenamente cumpridos no que respeita ao melhor amigo do homem, em que praticamente todos arranjaram novo dono. Já os gatos não conseguiram comover tanto os seus potenciais futuros donos. Mesmo assim, mais de metade arranjaram um novo telhado para espreguiçar ao sol.

    Além da loja Paparoca, que proporcionou os serviços de tosquia, o Dia do Animal contou com vários patrocínios, em que para além de várias empresas do ramo, se contavam a GNR – para a já referida demonstração de cães –, e mais surpreendentemente, entre os patrocínios apontados no folheto de divulgação da iniciativa, a Igreja de Campo.

    No trabalho de resgate das almas (necessariamente humanas), a Igreja de Campo como quem não quer a coisa, neste Dia do Animal, fez lembrar a célebre história popular da sopa de pedra.

     

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.