Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-01-2021
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-09-2006

    SECÇÃO: Arte Nona


    Divulgando a Banda Desenhada

    Personalidade ímpar no campo da dinamização, divulgação e edição da Banda Desenhada em Portugal, «militante da Banda Desenhada e dos fanzines», não há quem não conheça, melhor ou pior, no mundo da Banda Desenhada portuguesa – pelo menos – a figura de Geraldes Lino. Este pequeno texto não tem pois mérito algum para aqueles que são familiares a este meio, o que não é sequer o nosso caso, nem sequer seremos daqueles que mais seguramente poderão falar dele. Trata-se contudo, para um jornal com “A Voz de Ermesinde”, cujos leitores na sua maioria, o desconhecerão, de uma tentativa de apresentar a Banda Desenhada não apenas através dos seus desenhadores e cenaristas, mas também dos seus “militantes”, para conservar a expressão com que se refere a si próprio.

    Editor de um dos primeiros fanzines eróticos em Portugal, o “Eros”, bem como de muitos outros fanzines (“Tertúlia Bdzine”, “Autobiografias Ilustradas”, “Ad Hoc”, “Preciosidades da BD”, “Folha Volante” e “Improvisos Sobre a Toalha da Mesa”), activista do Clube Português de Banda Desenhada, dinamizador da Tertúlia de Banda Desenhada de Lisboa, entusiasta da organização de muitos eventos, crítico, teórico, divulgador, é para o seu trabalho incansável, continuado e persistente, bem patente no seu blog “Fanzines de Banda Desenhada” que queremos chamar a atenção, dando-o a conhecer a outros públicos e sobretudo dando a conhecer o que Geraldes Lino considera pertinente dar a conhecer.

    O blog “Fanzines de Banda Desenhada” contém ainda, além das suas próprias abordagens, links para o blogzine Chili com Carne (http://www.chilicomcarne.blogspot.com/) e outros em que Geraldes Lino está mais envolvido pessoalmente – Tertúlia Bdzine (http://www.tbdz.net/), Sítio dos Fanzines (http://br.geocities.com/fanzinelandia/) e Divulgando BD (http://divulgandobd.blogspot.com/).

    Além destes, acrescentamos a pérola que é “Banda Desenhada do Fundo do Meu Blog” (http://www.geraldeslino.interdinamica.pt/), uma espécie de selecção de conteúdos das matérias que foram sendo publicadas nos seus blogs.

    À altura em que escrevemos, Geraldes Lino tinha em destaque artigos sobre o mau Português na BD, Linguagem e Convenções Gráficas, O Autor como Personagem da sua Própria BD, Festivais de BD e Eventos Similares, Blogs e Sites de BD e outras abordagens de carácter informativo ou teórico.

    Já no “Fanzines de Banda Desenhada” o enfoque vai para a informação e a crítica ao movimento editorial.

    Neste momento, o editor destacava a publicação de “Juvebêdê” n.º35, Set. 06 – «[...] um número que funciona como que registo de novidades editoriais, nossas e lá de fora, sempre útil para dar pistas aos bedéfilos que não têm tempo para andarem pelas livrarias (isto no que concerne ao movimento editorial português), nem têm acesso a informação relativa ao que vai sendo lançado pelas grandes editoras europeias», “Boletim do Clube Português de Banda Desenhada” n.º 116, Set. 06 – «como tem acontecido nos números recentes, o conteúdo é dirigido preferencialmente para a divulgação de banda desenhada clássica inédita [...], mas nas suas numerosas páginas há lugar também para textos, bem documentados e copiosamente ilustrados [...], “Tertúlia BDzine” n.º 105, Set. 06 – «fanzine em formato A4, todo a preto e branco (excepcionalmente [...] inclui uma separata a cores), “Folha Volante” n.ºs 158 e 159, Set. 06 – «[... folha dedicada a textos (notícias, entrevistas e críticas) e [...] bandas desenhadas reproduzidas de jornais diversos», “Concurso do melhor fanzine 2005/2006 - Organizador: CNBDI - Centro Nacional de Banda Desenhada e Imagem e CMA - Câmara Municipal da Amadora”, dedicado a premiar os fanzines publicados de Outubro 2005 a Agosto 2006, “Cadernos de Banda Desenhada”, s/n.º, Jun. 2006 – «[...] integralmente preenchido por um artigo de Jorge Magalhães dedicado às novelas de José Padinha ilustradas por E.T.Coelho, ilustrações essas reproduzidas nas páginas do fanzine, sendo umas tantas a cores (de boa qualidade) e outras a preto e branco», “Riscae (fanzine de BD infantil) – n.º 1 - Abril 06” – «[...] resultou de um “workshop” dirigido por Marco Mendes para o Centro de Artes e Espectáculos de Figueira da Foz, que foi frequentado maioritariamente por crianças» e, finalmente «Fanzines estrangeiros (III) Manicomics - o fanzine vencedor no evento brasileiro “HQ Mix” 2005” – «[...] dez anos de publicação, trinta e três números editados. Ou seja: três números saídos anualmente, a plena demonstração prática de que a cadência editorial fanzinística brasileira é muito semelhante à portuguesa».

    Em suma, um manancial informativo, crítico, múltiplo e torrencial, como só uma personalidade com a energia de Geraldes Lino poderia produzir.

    Aos nossos leitores, esperemos que possam explorar com tempo e paixão os endereços que aqui lhes deixamos e desafiamos a encontrar outros de interesse idêntico e a dar-nos sinais das suas descobertas.

    Por: LC

     

    Outras Notícias

    · Porto Bom

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.