Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-10-2019
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 30-11-2012

    SECÇÃO: Tecnologias


    A informática no reino de Liliput – a moda dos minicomputadores (5)

    Aproveitando uma conjugação de fatores muito interessante – a miniaturização eletrónica das boards, o surgimento de processadores de muito baixo consumo de energia, a disponibilidade de pequenos discos muito rápidos SSD, os acessíveis recursos da net e a disponibilidade de sistemas operativos livres e gratuitos –, uma geração de novos minicomputadores tem vindo a fazer o seu aparecimento com uma cada vez maior frequência.

    Este é o quinto de alguns artigos que apontam exemplos desta nova tendência na informática pessoal.

    foto
    Green Computer Eco S 7

    Um dos exemplos de microcomputadores com processador de muito baix consumo, é o Eco S 7 da Green Computer, mais um dos pequenos PCs baseados no Mini-ITX com Intel Atom dual core, neste caso com placa gráfica NVidia Ion.

    Dispõe de 2GB de RAM DDR3 (suficiente para qualquer distribuição Linux), expansível a 4Gb. Tem ainda duas portas USB 3.0, uma Hdmi, uma Dvi, e a possibilidade de vir a incluir um gravador CD, DVD ou Blueray.

    Como disco rígido, uma unidade de 2,5” de 250 ou 350GBNo último número de “A Voz de Ermesinde”, entre os microcomputadores que apresentámos, achava-se o VIA APC8750. Pois, deste mesmo fabricante, falmos hoje do VIA Artigo 1200, com processador VIA Eden X2 dual core de 1 GHz, chip multim´dia VX900, 4GB de RAM DDR3, uma porta HDMI, uma VGA, duas Ethernet, e quatro USB 2.0, entre outras ligações.

    Traz uma porta para ligação Ethernet e como opção pode aceitar um módulo wifi USB.

    O preço, sem o gravador de CD, DVD ou Blueray, é de 500 euros.

    Odroid-X

    Uma solução na linha da que foi apresentada pelo Raspberry Pi, isto é, na forma de uma simples placa, é a oferecida pelo Odroid-X, um micocomputador construído à volta do processador Samsung Exynos4412 Cortex-A9 Quad Core a 1,4Ghz e 1MB L2 cache (o mesmo utilizado no tão bem sucedido smartphone Samsung Galaxy S3), com um processador gráfico Mali-400 Quad Core e 1GB de Ram.

    Esta placa/computador vem com seis porta USB 2.0 e uma porta Ethernet, entradas para jack e microfone, e leitor de memória SD, no qual teremos o sistema operativo.

    De raiz, este será o Android 4.0, mesmo se é perfeitamente possível pôr o Odroid-X a correr o Ubuntu.

    O Odroid-X é oferecido ao preço de 129 dólares (cerca de 105 euros).

    Intel NUC

    Uma outra solução do género do Raspberry Pi ou do Odroid-X é o Intel NUC, uma outra carta de dimensões reduzidas (10cm de lado), que traz como processador o Sandy Bridge Core i3 / i5 e uma GPU Intel GMA HD 3000. O Intel NUC vem com dois slots para DDR3 SODIMM e duas PCI Express, além de duas portas USB, Hdmi, Thunderbolt, módulo para conexão wifi e saída audio multicanal.

    Embora sem dados definitivos, o Intel NUC deveria ser comercializado a cerca de 100 euros (só a carta mãe).

    Gooseberry

    Mais uma solução semelhante às anteriores, com o computador numa pequena placa de dimensões muito reduzidas e baixo consumo, é a apresentada pelo Gooseberry, fornecido com um processador ARM A10 a 1GHz, embora permita explorar um overclock para 1,5GHz.

    Vem com 512MB de RAM (de origem o dobro do Raspberry Pi que, todavia, também se oferece agora, depois de a isso os fabricantes terem sido instados, com o dobro da RAM inicial). Como sistema operativo traz o Android 4.0 ICS, embora esteja prevista uma completa compatibilidade com Ubuntu e Arch.

    O Gooseberry é proposto a 65 dólares.

    Avatar APC 8750

    Ainda uma solução semelhante às anteriores, e fabricado pela Via Technologies, o Avatar APC 8750 é um miniPC baseado no processador ARM WonderMedia WM8750 (ARMv6), de 800MHz, built-in 3D como GPU e 512 MB de RAM DDR3. Vem com disco de 2GB expansível atrav´s de microSD, quatro portas USB 2.0, uma porta Hdmi para ligação a um televisor de nova geração e uma porta VGA para ligação a um monitor. Presentes também saídas para jack e microfone e uma porta Ethernet.

    Como sistema operativo instalado, vem com o Android 2.3 (que provavelmente será atualizado para o 4.0). O preço proposto é de 59 dólares (isto é, cerca de 46 euros).

    Num outro campeonato,

    o VIA EPIA-M920

    Finalmente, por hoje, apresentamos o VIA EPIA-M920, outra placa-mãe, como as anteriores, mas de características muito superiores, de 17 cm de largo, que é proposta em duas variações alternativas, uma com processador Quad-Core Via de 1,2GHz, e outra com o Via Dual-Core Eden X2, de 1GHz, ambos com sistema de ventilação sem ventoinha.

    Como processador gráfico, vem com o Via Chrome 640/645, o que permite aceleração gráfica para video MPEG-2, MPEG-4, WMV9, VC-1 e H.264. O VIA EPIA-M920 admite até 16GB de RAM DDR3!

    Vem com duas saídas Hdmi e duas Ethernet, duas portas USB 3.0 duas 2.0, duas SATA, uma PCI e suporte para cartões de memória SD (SDXC/SDHC), drivers para Windows 7, XP e para Linux, mas desconhece-se o preço.

    Por: LC (*)

    (*) Com base em informações recolhidas sobretudo no site http://www.lffl.org´e nos sites dos respetivos fabricantes.

     

    Outras Notícias

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.