Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-10-2022
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 31-07-2009

    SECÇÃO: Opinião


    foto

    Bombeiros modernos

    Por uma feliz coincidência tomámos conhecimento de uma reportagem publicada no “Jornal de Notícias” do passado dia 21 de Julho, dando conta da actividade diversificada dos Bombeiros Voluntários de Valongo, a qual nos surpreendeu positivamente, tal era o nosso desconhecimento do que hoje poderemos esperar da abnegada disponibilidade dos Soldados da Paz aquartelados na Av. 5 de Outubro da cidade de Valongo, corporação composta por cerca de 170 voluntários, universo que conta com 110 elementos no corpo activo, com uma média etária baixa, sinal de atracção da juventude pela benemérita instituição e capacidade desta em interessar jovens das cinco freguesias do concelho e de outras vizinhas, na prestação de serviços à comunidade, em regime de voluntariado.

    Com efeito, recordando-nos dos tempos em que o equipamento dos Voluntários de Valongo era composto por um pronto-socorro aberto e por uma simples ambulância, um e outro veículo com muitos anos de existência, que por isso nem sempre “arrancavam” quando era preciso, saber que os BVV dispõem actualmente de 12 veículos para assistência a doentes e sinistrados e outros tantos de combate a incêndios e situações conexas, com pessoal treinado e preparado para prestar socorros diversificados, muito para além da tradicional assistência às vítimas humanas e ataque a fogos urbanos e rústicos, é motivo de compreensível emoção e incontida satisfação.

    Lê-se na citada notícia que os Voluntários de Valongo possuem equipas de salvamento em altura, de resgate em águas bravas, de mergulhadores e até de BTT, uma espécie de bombeiros todo-o-terreno com actuações no concelho e fora dos seus limites geográficos, sendo consolador saber que, possuindo o concelho uma vasta área de serra onde proliferam os poços e as minas, foram estes “acidentes orográficos” que levaram os responsáveis da instituição e os voluntários que se orgulham de a ela pertencerem, a frequentarem um curso de “salvamento em grande ângulo” da Escola Nacional de Bombeiros para enriquecerem as suas capacidades e melhor responderem às solicitações das populações em momentos de aflição.

    Da dinâmica dos corpos sociais e altruísmo dos homens e mulheres alistados na Corporação dos Bombeiros de Valongo, as populações por eles servidas sabem que quando o “azar” lhes bate à porta, podem ser socorridas por equipas com formação exigente e contínua (alguma dela com treinos semanais), o que torna os seus elementos verdadeiros especialistas nas áreas de salvamento em altura, resgates em cursos de água de difícil acesso (águas bravas), bem como mergulhadores para actuarem na procura de vítimas desaparecidas em zonas de águas mais ou menos profundas, podendo ainda beneficiar da existência da equipa BTT que, com as suas bicicletas todo-o-terreno e mochilas com material de socorro, tem colaborado na assistência/segurança de provas e passeios, podendo, quando solicitada, fazer vigilância contra fogos na vasta área de serras que circundam o concelho de Valongo.

    Por estas e muitas outras razões, os cidadãos e as instituições nacionais e locais têm a obrigação de estar atentas às necessidades destes garbosos soldados da paz, acorrendo às suas solicitações para que o entusiasmo que reina na Corporação não esmoreça, bem pelo contrário, que corpo activo, comando e direcção sintam que vale a pena continuar a doar, às populações que servem, o seu tempo, os seus conhecimentos e a sua generosidade, traduzidos em acções de socorro gratuito, não raramente envolto em acentuado risco de acidente grave. Bem merecem, por isso, que aqui deixemos (o que fazemos com imenso gosto) aos Voluntários de Valongo e a todos os seus colegas do país, uma palavra de reconhecido e sentido agradecimento: Bem-haja!

    Por: A. Alvaro de Sousa

     

    Outras Notícias

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.