Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-05-2019
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-03-2009

    SECÇÃO: Saúde


    PSOPortugal comemora cinco anos de luta contra a psoríase

    foto
    PSOPortugal – Associação Portuguesa da Psoríase – acaba de festejar o seu 5º aniversário. Fundada em 2004 com o objectivo de promover e de dinamizar campanhas para alertar, despertar e sensibilizar a sociedade para a discriminação social e profissional de que são alvo os doentes de psoríase, a PSOPortugal tem vindo a lutar pelos 250 mil portugueses que sofrem diariamente com esta doença da pele.

    Ao longo dos anos foram desenvolvidas iniciativas de índole social e cultural com o intuito de esclarecer e sensibilizar a opinião pública para as características da doença e desenvolvidos esforços no sentido de o Serviço Nacional de Saúde reconhecer a psoríase como doença crónica.

    Segundo João Cunha, presidente da PSOPortugal, «há sensivelmente cinco anos sentimos que algo devia ser feito pelos doentes de psoríase e o facto é que neste momento temos muito para comemorar. As nossas campanhas de sensibilização têm-nos ajudado a aproximar da sociedade civil, temos cada vez mais associados e uma sede. Aqui disponibilizamos apoios que vão ao encontro da melhoria de qualidade de vida dos doentes de psoríase, nomeadamente os Grupos Terapêuticos de Apoio Psicológico. A relação que temos desenvolvido com médicos, outras associações de doentes e a indústria farmacêutica, tem sido fundamental para criarmos condições para uma melhor qualidade de vida dos doentes de psoríase. Acima de tudo queremos dar voz aos doentes de psoríase: trabalhamos, amamos, vamos à praia, choramos, rimos, dançamos… e sentimos muito, mas não contagiamos!».

    Em 2008, a PSOPortugal apresentou o 1º Estudo Sociológico sobre a psoríase. Neste estudo, 76% dos inquiridos afirmaram que a doença tinha impacto psicológico na sua vida, sendo esse impacto muito grande para 38% dos inquiridos.

    SOBRE

    A PSOPortugal

    E A PSORÍASE

    A PSOPortugal, Associação Portuguesa da Psoríase, foi formalmente constituída em Fevereiro de 2005 e tem como principais objectivos promover e dinamizar campanhas para alertar, despertar e sensibilizar a sociedade para a discriminação social e profissional de que são alvo os doentes de psoríase; mas que por outro lado luta também para que a psoríase seja reconhecida como doença crónica pelo SNS.

    A psoríase é uma doença da pele bastante frequente que afecta de 1 a 3 por cento da população mundial (cerca de 190 milhões de pessoas). Em Portugal, estima-se que cerca de 250 mil pessoas sofram de psoríase.

    É uma doença crónica, hiperproliferativa da pele e de etiologia desconhecida, mostrando uma grande variedade na severidade e na distribuição das lesões cutâneas.

    Manifesta-se igualmente em homens e mulheres, principalmente na faixa etária entre 20 e 40 anos, mas pode surgir em qualquer fase da vida. A sua causa é desconhecida. Fenómenos emocionais são frequentemente relacionados com o seu surgimento ou o seu agravamento, provavelmente actuando como factores desencadeantes de uma predisposição genética para a doença. Cerca de 30 por cento das pessoas que têm psoríase apresentam história de antecedentes familiares.

    De aspecto inestético e consequentemente incómodo nas zonas expostas, a psoríase pode também ter repercussões psicológicas nas pessoas atingidas no conjunto do corpo.

    Para mais informações, visite www.psoportugal.com

    Por: PSOPortugal

     

    Outras Notícias

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.