Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-09-2020
  • Edição Actual
  • Jornal Online

    Arquivo: Edição de 15-10-2006

    SECÇÃO: Cultura


    Fotos URSULA ZANGGER
    Fotos URSULA ZANGGER

    As texturas e asperezas de Inês Lousinha

    Encerrou hoje, na Galeria de Exposições do Fórum Cultural de Ermesinde a mostra de instalação//desenho que Inês Lousinha teve patente ao público desde o passado dia 4 de Agosto.

    Trabalho no fio da navalha, pintura a branco, onde as vibrações da tela vivem de rugosidades, de subtis variações, de texturas mal vislumbradas, o trabalho desta artista exposto em Ermesinde faz lembrar o de Penélope à espera de Ulisses, urdindo e voltando a urdir, paciente, incansavelmente.

    De resto a insolência da autora não está patente apenas nas declinações do branco que vai apresentando. Outro exemplo é dado por uma forca cuja base está ensopada de vermelho.

    O brasileiro Paulo Reis, crítico de arte refere: «A forca de Inês Lousinha situa-se no terreno da violência denunciada por Marina Abramovic, na radical performance “Clear the House”, na Bienal de Veneza de 1995, e como tal é o palco para o teatro do horror, mas é preciso que cada um ocupe seu lugar».

    foto

    Por: LC

     

    Outras Notícias

     

    este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
    © 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
    Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.