Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-06-2019
Jornal Online

Zona de Debate

07-04-2005 19:35
Autor: Afonso Lobão
O Folhetim da Rotunda de Sobrado Imprimir Responder
Há dias, a Comunicação Social deu nota, da polémica existente na freguesia de Sobrado, a propósito da construção de uma rotunda junto ao Largo do Passal naquela Vila.A população, a fazer fé nas notícias, então publicadas, ter-se-á revoltado por temer que o Largo do Passal, fosse alterado, pondo em causa a realização das conhecidas Festas das Bugíadas!!!.A Camara Municipal, perante a indignação das pessoas de Sobrado, mandou retirar as máquinas e a vedação de protecção, às obras da referida rotunda, dizendo que - "O presidente da junta comunicou à Cãmara que seria melhor não avançar com a obra,dado que o presidente
da Associação Casa do Bugio se opunha".
Mais referia a Autarquia que"
decidiu construir a rotunda por solicitação do Presidente da Junta e que o recuo se deveu a uma mudança de posição do autarca sobradense" (in Comércio do Porto ).!!!
Assim´aparentemente teria desistido de executar a Obra.
Acontece que nos ultimos dias voltou a ser vedado o terreno e tudo indica que os trabalhos vão recomeçar para espanto de todos aqueles que vivem em Sobrado. Será mesmo assim ?. NÃO PODEMOS ACREDITAR QUE SEJA VERDADE!
É assim que se faz a Gestão dos dinheiros Públicos?Quem me ajuda a perceber o se passa? Um abraço

09-04-2005 00:30
Autor: Marco
Re: O Folhetim da Rotunda de Sobrado Responder
Realmente, ele há com cada uma!!!
Caro Afonso Lobão, um homem com o seu currículo devia tentar informar-se melhor antes de vir para aqui falar do que não sabe.
Tente falar com o PS Sobrado, peça-lhe explicações que eles lhe dirão o que se passou realmente. Depois, com a viola já no saco, volte cá e peça desculpa aos leitores de A Voz de Ermesinde.
Abraço

11-04-2005 12:28
Autor: Afonso Lobão
Re: O Folhetim da Rotunda de Sobrado Responder
Caro Marco: agradeço a interpelação. Como é evidente não tenho a pretensão de conhecer a questão ao promenor, ainda que procure a informação (possível sobre o assunto. Porém, a verdade é que nos jornais o "Comércio do Porto" e no jornal "O Público" de 30 de Março, apareceram os títulos "Câmara de Valongo desiste de fazer obra polémica em Sobrado" e "Câmara de Valongo desiste de rotunda", respectivamente. Nessas notícias dá-se conta de um comunicado oriundo do gabinete de imprensa da Câmara Municipal de Valongo onde se refere que a "rotunda iria ser construída a pedido do Presidente da Junta de Sobrado que a considerava muito importante". Todavia e "devido a um novo pedido daquele autarca a Câmara desistiu da obra e acabou por perder a comparticipação do Estado (75%) pelo que nos tempos mais próximos será impossível avançar com a referida obra em virtude dos elevados custos que a mesma acarreta". Assim sendo, interrogo-me: porquê esta atitude da Câmara Municipal? Não é importante garantir as acessibilidades da Vila de Sobrado ao IC24? Não foi a Junta de Freguesia ouvida acerca do projecto? Se foi, qual a razão da contestação?
O projecto original foi alterado? Quem é o responsável? Dada a importância do acesso não considera, Caro Marco, que a fazer fé nas notícias que transcrevem o comunicado da Câmara - irresponsável perder a comparticipação do Estado? Quanto ao resto não tenho qualquer problema em reconhecer eventuais lapsos decorrentes de falta de informação. Aliás, solicitava-a na mensagem escrita no fórum do Jornal "A Voz de Ermesinde". Continuo a procurá-la. Caro Marco, que já percebi é um sobradense informado, agradecia que possibilitasse aos leitores deste jornal, informação que ajude a compreender as razões que levaram a comunicação social a fazer tanto "ruído". Neste assunto quem meteu o pé na poça? Quem é o "mau da fita"?
Um Abraço

 

este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
© 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.