Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 31-10-2019
Jornal Online

Zona de Debate

09-10-2009 10:20
Autor: anónimo
Re: Funcionários na campanha Imprimir Responder
Até que enfim aparecem pessoas com bom senso e com coragem de divulgar as atrucidades cometidas na campanha do PSD. Funcionários com medo de represálias, outros ameaçados pelo poder ditador, passam os dias a vaguear com a bandeira laranja.Agora fica a pregunta: será que deram parte de doentes para integrarem a campanha ou continuam a receber subsidio de refeição? Dia 11 vamos mudar para o coração!

06-10-2009 14:42
Autor: Morgado Álvares
Funcionários na campanha Responder
Fiquei indignado quando soube que o Sr. Fernando Melo "faz questão" de ter os seus funcionários na sua campanha, uma vez que tem falta de apoio dos municipes! Uns vão para defender os seus cargos outros com medo de represalias, como é o exemplo dos vigilantes que marcaram presença na campanha na feira semanal de Valongo a mando do seu chefe, Sr. Fernando Pinto.

08-10-2009 15:57
Autor: José Manuel Pereira
Re: Funcionários na campanha Responder
FERNANDO MELO
DERROTA O PSD NACIONAL

A legítima indignação de muitos Valonguenses em relação aos préstimos de alguns funcionários da Câmara ao serviço da "Feudalidade Senhorial do Melo" é apenas a imagem de marca desta Câmara de Valongo. Durante dezasseis anos, o Município habituou-se a lidar com o despesismo, a arrogância, a prepotência e a mentira. Esta vassalagem caseira e de gosto doméstico à custa dos recursos públicos, para além de um doentio desespero de quem – caindo da cama, se prepara para cair da cadeira - é um procedimento natural e habitual nas ditas Terras de Horácio. Logo, está tudo, mesmo tudo normal!
Desde Janeiro de 1994 que a tentativa de assalto à Direcção de A Voz de Ermesinde, substituindo o incómodo Director e conseguir partidarizar, politizar e silenciar este órgão de comunicação, demonstrava, um mês depois de ser eleito que, a pseudo-resolução do problema da falta de água no Concelho daria lugar à implementação e consolidação de interesses pessoais com “água no bico”.
Dos eternos compadrios, do recurso histórico à venalidade dos cargos, das mordomias e do despesismo que tem passeado em horário de expediente, das rápidas nomeações de parentescos e familiares, aos turbo-concursos viciados e à medida do candidato onde a cumplicidade de alguns actuais Directores e Chefes de Serviços, para não perder o seu tacho, deram e continuam a dar-se ao desprezo da humilhação de perder a dignidade humana e profissional, esta Câmara vai desfilando no Baile das Debutantes.
Os negócios da água – ou falta dela – ainda estão por explicar e desvendar ao povo convencido do divino milagre da água.
Das relações escancaradas que preenchem as conversas dos gabinetes, corredores e saídas para café, a Câmara, para muitos munícipes, mais não tem sido que uma filial da “Maria” da “Nova Gente” ou de qualquer outro folhetim do JetSeis do Concelho.
Em 1995, no dia de reflexão para as Eleições Legislativas, o Jornal de Notícias soube, através da sua página quatro, espaço nobre dedicado à política, publicar um artigo da minha autoria e que deram-lhe o único propósito de – face a um empate técnico - destruir o PSD, dando a vitória ao PS. Na verdade, o referido artigo que nesse ano de 1995 descrevia a podridão que já se passava na Câmara Municipal de Valongo serviu para… derrubar o próprio PSD nacional. Isto é, Fernando Melo ajudou o PS a ganhar as Legislativas de 1995, derrubando o seu próprio partido e candidato Cavaco Silva. Como prémio, o próprio PSD tem-lhe dado apoio concelhio, distrital e nacional para continuar a dar vitórias ao PS!...
Durante dezasseis anos nunca alguém levou esta Carta a Garcia. Aguardemos, através deste Fórum, saber se alguém a levará?!... Aguardemos.
José Manuel Pereira. Ermesinde.


 

este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
© 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.