Subscrever RSS Subscrever RSS
Edição de 30-06-2019
Jornal Online

Zona de Debate

25-03-2008 15:31
Autor: Alexandre Da Silva Teixeira
Re: Culpa dos acidentes de transito Imprimir Responder
Absolutamente errado. Absolutamente errado é a única coisa que posso dizer sobre o que tema foi escrito.

Quem o diz, mostra o mais claro desconhecimento de noções sobre Desenvolvimento e Concepção em Engenharia.

Doutro modo, estaria familiarizado com a noção de Coeficiente de Segurança (em muitos meios Académicos também conhecido por coeficiente de ignorância), que impõem que qualquer equipamento esteja dimensionado a operar sempre acima das suas condições de serviço.

O que é que isso quer dizer?
Quer dizer por exemplo, que quando se instala uma ponte rolante de 25Ton, em bom rigor, essa ponte poderá içar pesos maiores sem cair (ou em linguagem técnica, sem entrar em falência).

O mesmo acontece com os automóveis. Se estão dimensionados para se deslocarem a 150Km/h, podem fazê-lo a maiores velocidades, sem ainda terem ultrapassado os limites mecânico, aerodinâmicos e fisicos (em certas condições).

Acontece, que aqui surge o seu segundo erro, nenhum automóvel está dimensionado para circular a 120Km/h.

Os valores vão muito acima desses.

Agora, concordo consigo, na parte em que diz que a culpa dos acidentes está no excesso de velocidade, e acrescento, na falta de destreza dos condutores.

Todos que tivemos instrução e nos ensinaram a estacionar e fazer inversões. Pergunto é, a quantos lhes foi ensinado, a conduzir a 120Km/h em Vias rápidas ou a controlar um veiculo em falta de aderência.

O problema não está na falta de legislação (essa por vezes até peca por excesso), o problema reside na falta do bom senso/perícia.

Deixe-mo-nos de querer controlar tudo e todos, com obrigações legais que ninguem cumpre por serem tão ridiculas ou desactualizadas.
Como esta coisa de em 2008 o limite de velocidade nas Auto-estradas ser o mesmo do inicio da construção da A1.

Os veiculos de hoje em dia não são nem os mesmo nem a mesma tecnologia do final do século passado. Aí sim, viajar a 120Km/h era uma verdadeira aventura.

Não existem respostas a este tema.

 

este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu Este espaço pode ser seu
© 2005 A Voz de Ermesinde - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.